Nem Te Conto

Netinho detona comunidade LGBTQI+ e revela que não faz sexo desde 2016: 'Não faço mais'

Cantor também criticou o carnaval de Salvador

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

O cantor Netinho, 54 anos, detonou a comunidade LGBTQI+ durante uma entrevista ao deputado federal, Eduardo Bolsonaro. No bate papo, o baiano ainda teceu duras críticas ao carnaval de Salvador e revelou que não faz sexo desde 2016. 

 "Eu não podia ver um buraco de fechadura que me dava tesão. Em 2016, por ter a cabeça modificada e entendido essa situação toda, decidi me abster de sexo, não faço mais sexo na minha vida", disse o dono dos hits 'Milla e Beijo da boca'. 

"Se esse pessoal LGBT não vivesse de acordo com o fiofó, porque eles vivem assim, pensando no fiofó, estariam hoje comandando o Brasil junto com o Jair (Bolsonaro), apoiando o Jair, ia ser maravilhoso. Mas eles foram doutrinados a enxergar a vida pela lente do fiofó", continuou o cantor, que em 2010 revelou ser bissexual. 

"O carnaval de Salvador é Sodoma e Gomorra. As famílias que têm filhos adolescentes não querem mais levar para a Bahia. Vai ver homem se beijando com homem, abaixando o short no meio da rua para o pessoal do camarote assistir, os camarotes são inundandos de drogas", finalizou Netinho.