Nem Te Conto

Ostentações de Neymar: modelos, lugares luxuosos, roda de samba e noitada com funk

Com a bolada que vai receber por ano, cerca de R$ 111 milhões, Neymar terá dinheiro de sobra para aproveitar a vida de luxo que Paris oferece

Agência O Globo

Acostumado com o jeito atirado das espanholas, Neymar, a nova estrela do Paris Saint-Germain, terá que se readequar na arte da conquista. As francesas, além de sofisticadas, são mais exigentes, mas não menos quentes. Dentro do perfil do craque selecionamos três unanimidades parisienses. Sensualidade é o que não falta a Celine Bouly, que além de arrasar para grifes, como Armani e Givenchy, costuma exibir toda sua beleza nas redes.

As modelos Celine Bouly e Jeanne Damas (Foto: Reprodução)


A modelo Constance Jablonski não fica para trás, com a vantagem de amar o Brasil e já ter visitado o país três vezes. No melhor estilo Bruna Marquezine, a it girl Jeanne Damas não só dita moda como enche o cofrinho no Instagram. Agora, é só partir para o ataque!
A piscina de ouro do Hotel Crillon (Foto: Reprodução)

Luxo e glamour para quem pode

Com a bolada que vai receber por ano, cerca de R$ 111 milhões, Neymar terá dinheiro de sobra para aproveitar a vida de luxo que Paris oferece. Se quiser impressionar uma gata, pode se hospedar na suíte mais cara, com direito a uma piscina feita de ouro, no recém-reformado Hotel Crillon, um dos mais chiques da cidade, com diárias de até R$ 97 mil. Para o craque, na verdade, é uma pechincha, já que por dia ele vai receber pouco mais de R$ 300 mil.
O restaurante Plaza Athénée: um dos mais caros de Paris  (Foto: Reprodução)


Outra opção de luxo é o restaurante Plaza Athénée, cuja refeição sai por R$ 1,7 mil, sem contar a bebida. Se a opção foi sair à noite com muito glamour, o jogador pode escolher o bar L’Arc, frequentado por estrelas como a cantora Rihanna.
O bar L'Arc de Paris (Foto: Reprodução)


Um pouquinho de Brasil...

Neymar não precisa ficar triste (com essa grana jamais, ma chérie!). Em Paris, assim como em Barcelona, onde morava, tem vários points que lembram o Brasil. Quer pagode? Tem. Basta ficar de olho na agenda do Clube dos Democráticos de Paris, banda que se formou a partir de uma visita ao original Clube dos Democráticos, na Lapa. Os músicos franceses fazem uma roda de samba hypada no Les Disquaires, no 11º distrito ou “arrondissement” em francês.
A roda de samba do Clube dos Democráticos de Paris (Foto: Reprodução)


Quer um churrasquinho? Com grife, tem o do Maloka Fogo e Brasa, que importou uma churrasqueira brasileira só para assar suas carnes. Mas se o desejo for dar uma badalada e sentir o clima do país e beber aquela caipirinha, o Favela Chic é o lugar certo. Toca até funk.