Nem Te Conto

Participante do ‘The voice Brasil’ comenta comparações com Joelma: ‘Também já levei chifre’

Integrante do time de Carlinhos Brown, a loira conta que as comparações com a ex-mulher de Ximbinha vão muito além do estilo musical

Agência O Globo

Um dos destaques das audições às cegas da nova temporada do “The Voice Brasil”, a paraense Nira Duarte, de 21 anos, sacudiu a plateia com um timbre de voz e o estilo parecidos com o da cantora Joelma, sua musa inspiradora. Para completar, a jovem ainda jogou o cabelo fazendo o público vibrar e três jurados virarem a cadeira. 

Integrante do time de Carlinhos Brown, a loira conta que as comparações com a ex-mulher de Ximbinha vão muito além do estilo musical e performance e entrega que, assim como Joelma, também já foi traída por um companheiro.

“Também já levei chifre (risos). Isso me marcou, me machucou muito. Aliás, quem nunca? Eu até brinco nos shows, pergunto quem já levou chifre ali (risos). Porque não é possível só eu ter levado. Fui traída por um ex-namorado e foi muito doloroso. 

Sofri muito, fiquei arrasada, mas também não perdoei”, conta. “Quando a gente gosta mesmo, não trai. É uma situação muito chata que eu não quero passar nunca na minha de novo".

Mas isso são águas passadas, já que Nira, ao contrário de Joelma, está atualmente muito bem casada com o produtor musical Flávio Miranda. Os dois se conheceram há pouco mais de um ano, em Belém, e montaram a banda de tecnobrega juntos, a Los bregas. Atualmente morando em São Paulo, ela espera realizar dois dos seus maiores sonhos com a participação no reality show musical: ficar famosa e trazer o filho de 6 anos para viver com ela.

“Toda mundo que trabalha com música quer ficar famosa, e eu quero muito ser famosa. Mas o meu maior sonho mesmo é poder buscar o meu filho, que vive com os meus pais no Pará. Tem dois anos que eu moro longe dele. Vim para São Paulo para tentar melhorar de vida até ter condições de sustentá-lo”, fala, emocionada.

Caso vença o programa, ela planeja ainda usar parte do dinheiro para colocar silicone nos seios e dar uma turbinada no corpo.

“Os meus seios são muito pequenos. São de uma criança de 2 anos (risos). Pretendo colocar um pouco de peito e começar a malhar para ganhar uma perna, ainda estou muito magra. Peso 55kg e tenho 1,75 cm de altura. Nem uso muito salto alto para não ficar tão grande (risos)”.

Nira começou cantando na igreja católica da sua cidade, Breves, na Ilha do Marajó, no interior do Pará, quando tinha apenas 9 anos. Aos 13, foi chamada para substituir uma cantora numa banda onde permaneceu por cinco anos. Ela também já foi uma das vocalistas da Companhia do Calypso. Fãzona de Joelma, a loira conta que só encontrou com a diva do Pará uma única vez, durante um show em São Paulo, há quatro meses.

“A Joelma é uma grande artista, sempre acompanhei o trabalho dela e a admiro como artista. Ela é uma grande cantora e, para mim, uma grande referência e inspiração. Acompanho a Joelma desde o Calypso e continuo sendo muito fã dela e do Ximbinha. Já até cantei com ele, na atual banda dele. Admiro muito os dois. A separação deles não me fez gostar mais de um ou deixar de seguir o outro. Até porque, a gente não tem nada a ver com isso, né? Os dois são grandes artistas e profissionais”. Nira é do Time do Carlinhos Brown.