Nem Te Conto

Patrícia diz que rejeição no 'BBB' e assassinato do pai foram seus momentos mais difíceis

"Chorei com algumas agressões que eu achei que foram pesadas demais", revelou

Agência O Globo
Não esta sendo fácil para a cearense Patrícia Leitte superar a rejeição. Eliminada na última terça-feira, com 94,26% dos votos (o segundo maior recorde de rejeição e o primeiro em paredões triplo), ela conversou com o EXTRA sobre a fama de grande vilã do "BBB 18", e revelou que sofreu muito com os ataques nas redes sociais, principalmente ao filho de 11 anos.
"Essa situação que eu estou passando agora e a morte do meu pai (que foi assassinado com um tiro durante um assalto ocorrido há 11 anos) foram os momentos mais difíceis da minha vida", desabafa ela, que voltou ontem à tarde para o Ceará, após dois dias intensos no Rio. E bota intensos nisso! Nos dois últimos dias, Patrícia acompanhou os ataques que recebeu na web e entrega que chegou a chorar no hotel, logo após a eliminação, por causa das críticas.
Foto: Reprodução/Instagram
'Chorei com algumas agressões'
"Fiquei perplexa e chocada quando eu soube que agrediram o meu filho. Poxa, uma criança de 11 anos participar disso? Chorei com algumas agressões que eu achei que foram pesadas demais, quando li algumas coisas ofendendo a minha índole e o meu caráter", conta.
A agora ex-BBB ficou sabendo da sua "má fama" assim que deixou o palco do programa após sua eliminação. "Conversei com o Tiago (Leifert) no camarim, e ele me informou que tinha uma repercussão negativa, mas que fazia parte, era o jogo, e que eu deveria encarar de uma forma boa", lembra, admitindo que ficou chocada com o relato do apresentador e também da família dela: "Senti o impacto da notícia, tomei um susto, porque eu não sabia que eu estava tendo a leitura correta do jogo nem que eu era vilã e odiada".
Ainda se recuperando do baque, Patrícia quer investir na carreira de atriz e cantora e acredita que vai conseguir virar o jogo e conquistar o carinho do público. "Sou um ser humano, cometo falhas, ninguém é perfeito, mas achei que foram além. Respeito a opinião dos outros, mas não vou deixar isso me atingir mais. Vou mostrar para o Brasil a pessoa alegre e positiva que eu sou".