Nem Te Conto

Patrícia Leitte diz que sofreu bulliyng ao sair do BBB: 'Me Chamaram de Peppa Pig'

Ela ainda contou que, ao sair da casa, teve colesterol alto e dificuldades até para subir escadas

Agência O Globo
- Atualizada em

A ex-BBB Patrícia Leitte, que participou da 18ª edição do reality, falou da luta contra a balança depois que deixou o confinamento, no ano passado. A cearense, que fez diversos procedimentos estéticos contou nesta segunda-feira no programa "Superpop", da RedeTV! o que a fez engordar no confinamento. "Só comia. Ansiedade, não tem nada para fazer. Guardava comida, passava o dia inteiro comendo. Você não consegue dormir, fica só comendo. Senti quando o figurino não estava entrando. Quando vieram medir, tinha aumentado muito", relatou.

Foto: Reprodução | Instagram 

Segundo Patrícia, seu corpo jamais havia falado daquele jeito. "Nunca tinha sido gordinha. Era cheinha, tinha perna, bunda, uma barriguinha, isso nunca me incomodou. No confinamento o psicológico pegou muito. Eu via a bandeja do café da manhã e comia tudo. Todo o leite, o café, os biscoitos, tudo. Falei 'estou indo longe demais', mas não conseguia parar", relembrou.

Ela ainda contou que, ao sair da casa, teve colesterol alto e dificuldades até para subir escadas. Nesse período, Patrícia disse que vou vítima de preconceito. "Nunca tinha passado por gordofobia. Depois que saí do programa, sofri muito bullying, foi cruel. Você é julgado pelo seu peso, me senti mal pelas mulheres. Me chamaram de Peppa [Pig]", comentou.