Nem Te Conto

Paula Fernandes desabafa após gravação de DVD

'Fãs foram o Bradley Cooper dos meus sonhos', disse cantora

Agência O Globo

Paula Fernandes gravou vídeos para o seu Instagram revelando detalhes de como foi a gravação de seu DVD, "Origens". A apresentação foi filmada da noite até a madrugada do último dia 12 de junho em Sete Lagoas, Minas Gerais, em meio à polêmica pela ausência de Luan Santana para interpretar "Juntos", versão apelidada pelos fãs de "Shallow now".

"Meu agradecimento mais do que especial dá vontade de dar pirueta, dar estrelinha! Aos meus fãs queridos, que fizeram a festa... Você viram os vídeos na internet? Eles foram o Bradley Cooper dos meus sonhos. Amei a presença de vocês lá, em massa", agradeceu a mineira.

Foto: Reprodução/Instagram

A cantora, que começou esta semana relatando insatisfação ao saber que Luan Santana não se apresentaria na gravação da versão da música de Lady Gaga, gabou-se dos resultados da gravação do DVD:

"Ah, meus convidados! Aquele público incrível que estava lá... Foram 20 mil pessoas. Ah, gente! Obrigada! E ficaram pelo menos 5 mil pessoas para fora porque não coube. Agora pensa: o que é voltar para casa, para a sua terra, de onde você saiu, daquela vida simples que você tinha, conquistar tantas coisas... Ter a oportunidade de gravar um DVD dentro de casa? Eu sabia que ia ser lindo, mas conseguiu superar minha expectativa".

Paula Fernandes viaja esta semana para Portugal para uma nova turnê: "Tudo o que está acontecendo na minha vida é tão maravilhoso, que brinquei: 'Pode congelar! Congela!' Eu acho que a vida é feita de momentos felizes. A gente busca a felicidade o tempo inteiro. Ontem eu vivi um momento feliz. É um recomeço. É o início de uma nova história".

'Juntos' gerou repercussão na web em maio

A canção lançada por Paula Fernandes e Luan Santana, versão da "Shallow" criada para o filme "Nasce uma estrela ", gerou repercussão na web pelo fato de "juntos" e "shallow now", um dos versos principais da faixa, não terem correspondência de significado. Na web, internautas fizeram memes e criticaram a escolha. Na ocasião, a cantora se defendeu:

— Fiz uma versão adaptada, não uma tradução... E, assim como usamos tantos termos aqui como “Baby” e outros, "Shallow é comum". A ideia de manter a expressão é ter uma parte da música original. Não era pra fazer sentido, era para ter uma celebração da versão original.