Nem Te Conto

Primeira temporada de 'Pé na Cova', de Miguel Falabella, estreia nesta quinta (24)

Na trama, Miguel é Ruço, patriarca da disfuncional família Pereira

Camila Botto e agências (camila.botto@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Com a história de uma família que sobrevive através da morte, Miguel Falabella vai tentar dar leveza ao tema. “A morte é o nosso negócio. A sua tristeza é a nossa alegria” é o lema dos personagens de Pé na Cova, série que estreia quinta-feira, logo após o BBB 13, na Globo/TV Bahia.


Ator e autor da série, que terá 24 episódios em sua primeira temporada, Falabella costuma pensar na família Pereira como a Família Addams brasileira. Isso não por acaso. O autor se inspirou ao assistir o musical da mórbida família americana, em Nova York, e imaginou como seria aquilo no Brasil.


“Eles sobrevivem da morte, não têm dinheiro para nada, não têm instrução e são completamente loucos. Mas têm uma relação de família, e essa relação prevalece no final, apesar de qualquer coisa”, afirma Miguel.


Na trama, Miguel é Ruço, patriarca da disfuncional família Pereira. Os acontecimentos giram em torno da Funerária Unidos do Irajá, herdada por Ruço de seu pai. Ele tem dois filhos com Darlene (Marília Pêra), sua ex-mulher: Alessanderson e Odete Roitman, interpretados por Daniel Torres e Luma Costa. Apesar de separados, dividem o mesmo teto, onde também vivem a antiga babá Bá (Niana Machado), e a nova esposa, Abigail (Lorena Comparato).


Além deles, a produção conta com outros personagens fixos, a maioria deles criados sob medida pelo autor. “Estou muito feliz de trabalhar com o elenco que escolhi. Os personagens foram escritos para esses atores”, conta Miguel. Entre as escolhas do autor estão algumas estreantes em televisão.


Estreantes
A atriz e cantora Sabrina Korgut, apesar de vasta experiência no teatro, aparece na TV pela primeira vez como a empregada Adenóide. Junto com ela, outra cantora, Mart´nália, dá os primeiros passos em uma nova carreira. Ela interpreta a borracheira Tamanco, que namora a filha de Ruço.


Junto com a ansiedade, Mart´nália também convive com a insegurança. “Minha dicção é péssima. Nunca fiz esse trabalho. Confiante a gente nunca está, porque nunca fez isso. Mas está legal”, avalia a cantora.


Além do elenco escolhido a dedo, Falabella conta com uma parceira de longa data na direção-geral de Pé na Cova: Cininha de Paula. Depois de trabalharem juntos nos outros dois seriados criados por ele, Sai de Baixo e Toma Lá Dá Cá, eles agora buscam brincar com o tema da morte.


Para fazer isso, Cininha apostou em referências que vão desde exemplos da luz do seriado americano Breaking Bad, até figurinos utilizados nas criações dos cineastas Joel e Ethan Coen, conhecidos como os Irmãos Coen. “Eu gosto de trabalhar com referência. Acho que elas são super importantes, ficam de certa forma impressas no seu inconsciente”, revela.


Para compor a cenografia, Cininha e sua equipe passaram muito tempo no bairro carioca de Irajá, onde a série é ambientada.


Matéria original: Correio 24 Horas

Primeira temporada da cômica Pé na Cova, de Miguel Falabella, estreia nesta quinta após o BBB 13