Nem Te Conto

Prior diz que recebeu mensagem de Anitta elogiando sua participação no ‘BBB20’

‘Seria técnica de meu time’, afirmou ex-brother

Gabriela Germano, da Agência O Globo

Felipe Prior não gostava de ficar parado dentro do confinamento e, desde que saiu do “BBB 20’’, segue em um ritmo alucinante na vida e nas redes sociais. No aeroporto, à espera do avião que o levaria a São Paulo para reencontrar a família, no início da noite de quinta-feira, ele conseguiu parar para uma entrevista por telefone, entre um pedido de foto e outro. “A gente tenta manter uma distância para dar o exemplo, por causa do vírus”, lembra.


O polêmico jogador, que já soma mais de 5 milhões de seguidores no Instagram, movimentou um paredão com Manu Gavassi impulsionando bilhões de votos e fez até com que políticos se manifestassem sobre o programa. Alvo de amor e ódio na internet, o arquiteto garante que até agora só se deparou com atitudes positivas fora da casa: “Por onde passei, as pessoas pedem foto e abraço. Ainda não fui xingado’’, afirma.

O seu paredão mexeu com a paixão das pessoas. As torcidas pareciam viver uma guerra. Como está sendo tratado aqui fora?

‘‘Para ser bem sincero, só estou sentindo a parte boa até agora. Tem bastante galera mais jovem que chega até mim. E os mais velhos pedem uma foto dizendo que é para o filho. Na internet, quando faço live, aparece um ou outro criticando algumas de minhas ações, mas isso eu uso como aprendizado. Por onde passei, as pessoas pedem foto e abraço. Ainda não fui xingado.”

Você disse que logo que saiu da casa, falou com seus pais ao telefone e chorou. Por quê?

“Eu estava muito chateado porque queria ganhar o programa e não consegui cumprir meu objetivo. Aí eles me disseram que eu tinha ganhado bem mais que o prêmio. Contaram que estavam recebendo muito carinho das pessoas e que dinheiro algum compraria isso. Falaram que o público elogiava demais a minha sinceridade.”

Em tempos de quarentena, você já conseguiu abraçar alguém?

“Combino de cumprimentar com o cotovelo e com o pé. E, na hora de tirar foto, a gente tenta manter uma distância para dar o exemplo, por causa do vírus.”

A direção do Corinthians manifestou o desejo de convidá-lo para jogar na equipe de futebol de 7. Toparia?

“Aceitaria, seria uma honra jogar no meu time do coração. Só estou um pouco enferrujado por estar há muito tempo parado.”

Muitos jogadores se mobilizaram a seu favor. Se fosse jogar uma pelada amanhã, qual seria a escalação do seu time?

“Toda a base do Corinthians, pode botar aí (risos). Além disso, o menino Ney, o cantor Thiaguinho, Nego do Borel, Gabigol como atacante, Gabriel Medina como lateral, Dentinho. E Anitta seria técnica do meu time.”

Anitta? Por quê?

“Ela me mandou uma mensagem elogiando minha participação e me dando parabéns pela pessoa que eu mostrei ser. Acho que ela faria um bom trabalho (risos).”

E quais são os planos para os próximos dias, já que na quarentena não é aconselhável nem beijar na boca, coisa que você adora?

“Reencontrar minha família, os amigos, comer o parmeggiana da minha mãe... E sobre esse lance de beijar na boca, se eu encontrar uma menina que queira me beijar, a gente pode fazer o exame. Se estiver tudo certo, a gente se tranca em casa e fica se beijando sem parar. Não deixa de ser uma boa estratégia, não?”