Nem Te Conto

Priscila Fantin fala sobre quadro depressivo: 'ninguém entendia'

"Antes de eu entender que estava com depressão, o que eu mais escutava das pessoas próximas é que eu estava de frescura", contou a atriz

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br )

A atriz Priscila Fantin revelou que teve depressão há 12 anos e que não teve ajuda para enfrentar o problema de saúde. Ela fez o desabafo durante a participação de uma live do Conexão Viva Bem, do UOL, no YouTube, na última terça-feira (11). 

“Antes de eu entender que estava com depressão, o que eu mais escutava das pessoas próximas é que eu estava de frescura, que não tinha motivo para estar do jeito que eu estava, que eu tinha tudo, tinha saúde, casa e comida. Como eu poderia ter depressão? Ninguém entendia. Não podia ter depressão”, contou Priscila. 

No bate-papo, Priscila ainda comentou que a relação  amorosa que estava vivendo na ocasião também não a ajudou. “Infelizmente entrei em um relacionamento que só piorou a condição, porque me afastou muito dos meus familiares, dos meus amigos e me colocava em um lugar pior. Era pior para a minha autoestima, me enfraquecia ao invés de me fortalecer. Só quando eu conseguir me livrar desse relacionamento que eu consegui me tratar, me cuidar”. 

A atriz contou que fez psicoterapia por dez anos para tentar entender o que aconteceu, mas foi a chegada de Bruno (atual marido) em sua vida que fez diferença no tratamento. 

"Eu aprendi a lidar com o meu estado, mas eu não estava ainda bem. Quando eu conheci o Bruno, ele teve um papel fundamental na paciência e no apoio de estar ao lado quando eu mais sentia dor, mais sentia necessidade. Muitas vezes a gente acha que a rede de apoio é dar colo, mas às vezes o colo faz com que a gente fique no mesmo lugar. Então, ele me deparava com a minha própria realidade, me mostrava as verdades, me ajudava a enfrentar os monstros internos. Isso foi fundamental para que eu realmente me conhecesse, conseguisse ter mais força interna".