Nem Te Conto

Priscila Pires procura proteção da polícia após ameaças do ex-marido

Bruno Andrade acusa atual namorado da ex-BBB de ter abusado sexual dos filhos da modelo

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

E a polêmica com Priscila Pires e Bruno Andrade continua. Após ser acusada de forjar as ameaças que expôs em seu perfil no Instagram pelo ex-marido, ex-BBB revelou em entrevista ao colunista Léo Dias que teme que o empresário faça algo com ela e seus filhos e está a procura de proteção policial.

A modelo afirmou ao colunista que toda confusão criada por Bruno tem apenas um motivo, afastar ela dos filhos. "Tudo com o objetivo de tirar as crianças de mim. Eles têm uma obsessão com isso. No começo, eu achava que eles amavam demais os meninos e por isso estavam fazendo essas coisas... Mas hoje eu acho que não é amor", contou.


Bruno Andrade e Priscila Pires quando ainda eram casados (Reprodução/ Divulgação)

Priscila chegou a contar que o ex-casal tinha tudo para ter uma relação saudável, porém o comportamento de Bruno contribuiu para o afastamento dos dois.

"A gente podia ter uma relação super legal e criar os meninos de uma forma muito legal... Eu nunca neguei nada. Sempre deixei eles fazerem o que quisessem com os meninos. Não tinha necessidade de fazer isso só porque eu comecei a me relacionar e meu relacionamento deu certo. Aí você vai lá e vai e faz toda essa maldade tentando acabar com a vida dessa mulher? Tenho um acordo feito na separação para a gente tentar uma relação harmoniosa com as crianças. Ano passado nós dividimos as férias escolares das crianças. Ele pegou os meninos e não devolveu! Tive que fazer um boletim de ocorrência!".

A ex-BBB ainda revelou ao colunista que tinha medo das ameaças feitas por Bruno e acusou a irmã do ex-marido de ter matado uma pessoa. "Eu estou com medo e procurando a proteção da polícia. A gente vê e lê muitos casos na internet e eu tenho que me preocupar mesmo. Aquela louca (a ex-cunhada) que fez o vídeo já até matou uma pessoa. Mas eu não vou deixar de lutar", disparou.

Quem também colocou a boca no trombone foi o pai das crianças. Bruno revelou a Léo Dias que todas as acusações feitas ao atual namorado de Priscila só foram realizadas após ouvir relatos dos filhos. "Como pai, tenho o direito de defender meus filhos e o dever", afirmou o empresário.

Bruno ainda falou sobre o vídeo que foi entregue a polícia para investigação e afirmou ter ficado constrangido com o conteúdo, mas não revelou o que havia nele por questões de segurança. Por fim o empresário disse que não tinha nenhum interesse na vida pessoal de Priscila e só queria o melhor para os filhos. "Estou há oito meses defendendo os meu filhos num processo em que ela foi aconselhada, durante toda a investigação, a afastar esse homem dos meus filhos. É por isso que eu estou lutando", afirmou.