Nem Te Conto

Pyong admite ser milionário e revela sonho de virar ator

Hipnólogo também comentou sobre as falas de Gizelly no confinamento

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)

O nome de Pyong voltou a ser citado no 'BBB 20', algumas semanas após a sua eliminação. O motivo? Sua conta bancária. Gizelly citou algumas vezes e foi até exposta durante a formação do Paredão do último domingo sobre o fato de ter dito que o empresário ganhava R$ 1 milhão por mês e não precisava do prêmio.


"Gizelly já falava quando eu estava na casa. Era uma brincadeira, uma coisa da cabeça dela. Mas na minha opinião esse assunto 'ser rico ou não' não é uma questão a ser levada em conta. Lá dentro é uma competição. Não é para ver quem é mais pobre, quem é vítima, quem não é. Não é um programa de caridade. É um jogo de convivência, personalidade e estratégia. É uma junção de coisas. Eu falava que há a possibilidade de jogar com o coração e de jogar com estratégia e inteligência. Uma coisa não tem nada a ver com a outra. Todos que estão ali foram selecionados por mérito próprio", disse à colunista Patrícia Kogut.

Questionado se a informação era verdadeira, Pyong, que é dono de uma empresa de hipnose clínica, youtuber e palestrante, revelou: "comecei a trabalhar 'na rua', em locais diferentes, aos 12 anos. Fui office boy numa imobiliária, por exemplo. É... Acho que já posso dizer que sou milionário depois desses 15 anos de trabalho (risos)".

Ele também contou que combinou com Manu Gavassi que farão um projeto profissional juntos e que ele ainda pretende realizar o sonho de ser ator. "Sempre quis. Mas virar apresentador também não seria nada ruim", finalizou.