Nem Te Conto

Rafael Vanucci revela pedido de Vanusa ao descobrir doença cognitiva; assista

Em um vídeo publicado no Instagram, o filho da cantora falou sobre o estado de saúde da mãe

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)


O filho da cantora Vanusa gravou um vídeo para falar sobre o estado de saúde da mãe, que ficou cerca de 32 dias internada para tratar de uma pneumonia grave e anemia. De acordo com o homem, a doença cognitiva da cantora de 73 anos está em estágio avançado. Em seguida, ele ainda revelou o motivo dela não ter ido para casa após receber alta.

"Muita gente não conhece profundamente o caso e a doença da minha mãe. Acha que ela teve alta do hospital e saiu andando pela porta da frente. Isso não é verdade. A doença da minha mãe está em um estágio muito avançado. Minha mãe tem uma doença cognitiva, uma demência parecida com Alzheimer. A da minha mãe é um pouco mais forte e grave. Só quem tem uma parente idoso com Alzheimer sabe dos problemas e como é difícil todo cuidado e tratamento", começou.



"Tomei essa decisão escutando os conselhos dos médicos que acompanham a minha mãe. Não é somente colocar uma enfermeira de noite e de dia que ela seria bem tratada. O estágio da doença da minha mãe é muito avançado. Ela não come mais sozinha, está acamada, usa fraldas e não tem dentes na boca (por não ter força para fazer tratamento dentário)", explicou Vanucci.

Em seguida, o filho da cantora revelou qual pedido ela fez ao descobrir a doença cognitiva.  "Quando a minha mãe soube, há bastante tempo atrás, que a gente tinha feito um exame na cabeça dela que detectou a demência, ela ainda não tinha sinais. Ela estava fazendo tratamento mais da dependência química dela de remédios e de bebida alcoólica. Ela me pediu duas coisas: 'Filho, cuida de mim e me protege. Não deixa as pessoas me verem doente, acamada e se eu ficar feia. Quero que as pessoas se lembrem de mim nos palcos cantando, com a minha obra e músicas'. É o que eu vou fazer enquanto minha mãe tiver vida, cuidar da minha mãe e preservá-la ao máximo", relembrou.

Assista ao vídeo abaixo: