Nem Te Conto

Reviravolta: acusado de pedofilia por cantora gospel, pastor é absolvido

Ex-marido de Bianca Toledo postou vídeo falando sobre o caso

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Uma reviravolta no caso envolvendo a cantora gospel Bianca Toledo e seu ex-marido, Felipe Heiderich. O pastor foi absolvido das acusações que a artista fez em 2016, quando o denunciou de ter abusado sexualmente de seu filho, José Vittorio, na época com 5 anos.

Felipe chegou a ser preso, mas liberado logo depois até a conclusão do caso. A sentença foi expedida pelo juiz Tiago Fernandes de Barros. Os advogados de Felipe compartilharam uma cópia do laudo, confirmando o pedido da defesa e do próprio Ministério Público.


Nas redes sociais, o pastor publicou um vídeo em que comemora o fato. "Depois de quase três anos de dor e de sofrimento, o Ministério Público pediu a minha absolvição e o juiz acaba de decretar que sou completamente inocente de tudo que me acusaram. Eu só quero abraçar a minha família e poder sair na rua de cabeça erguida dizendo que era tudo mentira e agora tenho como provar", disse.

Bianca, por sua vez, disse em seus stories que tem orado para que o ex-marido se arrependa e pare de mentir: "a decisão de absorção por falta de provas não comprova inocência e não muda em nada tudo que sofremos há três anos. O meu pedido de anulação do casamento foi por adultério e comprovação da homossexualidade confessa. A justiça no Brasil é falha, a de Deus não".

Ainda no Instagram, a cantora postou uma nota afirmando que foi ameaçada por alguns internautas. “Queridos, eu não pretendo tocar novamente neste assunto tão doloroso para meu filho, minha família e eu. Apenas preciso colocar uma nota pública diante de algumas ameaças que recebi em redes sociais e do posicionamento de pessoas que querem falar de um assunto que consideram ’em alta’ somente para aparecer, sem saber de fato o que houve. Eu não tenho e nunca tive motivos para mentir. Somente fiz o que toda MÃE precisa fazer ao ouvir o relato de um filho que passou por essa situação tão desoladora. Nós queremos justiça e confiamos na justiça. Esta foi só a primeira instância de um processo longo e doloroso, mas que não desistirei até provar a verdade", disse.

Bianca Toledo ainda pediu para que os seguidores se atentem às fake news que possam surgir a respeito do assunto: "cuidado ao ler notícias ou postagens com induções distorcidas e comentários na internet de quem não sabe da realidade dos fatos. Tenham temor e orem a Deus somente".

Ao concluir a postagem, ela deixou claro que não quer mais comentar sobre o assunto. "Por amor e respeito ao meu filho, não voltarei mais a falar em público sobre esse assunto como erroneamente fiz no passado sob a pressão do mundo digital. Lutarei em silêncio na justiça por meu filho, confiando no Deus justo, amoroso e misericordioso que servirmos e amamos", finalizou.