Nem Te Conto

Safadão é acusado de financiar perfis para detonar artistas e rebate: 'vamos supor menos'

Acusação aponta que o cantor alimenta 11 perfis de fofoca no Instagram

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Um verdadeiro bafão tomou conta da web na noite desta quarta-feira (28). O jornalista Erlan Bastos acusou Wesley Safadão de alimentar 11 perfis de fofoca no Instagram com uma 'bolsa artista' paga pelo cantor. 

Através de um vídeo publicado em seu canal no Youtube, o jornalista exibiu, ainda, um CNPJ que pertenceria à empresa de Wesley Safadão, a WS Show LTDA. Nas imagens Bastos dá a entender que o forrozeiro é responsável por financiar mensalmente alguns perfis para que eles falem somente o que o cantor deseja. Além disso, haveria uma planilha para organizar os pagamentos.

Foto: Reprodução | Instagram 

Para a colunista Fábia Oliveira, do jornal 'O Dia', Safadão pontuou que as acusações são falsas: “mais uma vez vejo meu nome envolvido em redes sociais. A partir de agora, quando eu ver algo desse tipo, irei responder, porque toda hora envolvem meu nome em polêmica, e agora mais uma fake news”, disparou.

“A gente luta tanto para construir uma carreira, aí vem uma pessoa do nada e publica coisas sem nexo algum, sem sequer checar as informações. Isso tem que acabar, galera! Tá chato! Checa a informação, checa a fonte, se certifica. Vamos supor menos e nos certificar mais!”, finalizou o artista.

Assista a acusação abaixo: