Nem Te Conto

Saiba quem é a autora de crime racial contra filha de Bruno Gagliasso

Dayane Alcântara Couto de Andrade, de 28 anos, se apresenta na internet sob o pseudônimo 'Day McCarthy'

Jan Niklas e Rafael Soares, da Agência O Globo

A Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos identificou Dayane Alcântara Couto de Andrade, de 28 anos, nascida em Vitória, no Espírito Santo, como sendo a autora dos vídeos de injúria racial contra a filha dos atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank. Na internet ela se apresenta como "Day McCarthy".

Foto: Reprodução
Com mais de 700 mil seguidores no Instagram, a autora das ofensas racistas contra Titi, de 4 anos, se apresenta nas redes como "socialite e escritora de sucesso". Em seu blog pessoal, afirma que com suas palavras pretende levar “alegria, esperança e reflexões às pessoas ao redor do mundo”. No entanto, sua fama nas internet tem crescido com uma série de vídeos ofensivos.

Somente na manhã desta segunda-feira, após a repercussão da injúria racial cometida por Day, sua conta no Instagram ganhou 50 mil seguidores. No entanto, a página que era aberta passou a ser fechada. Em suas publicações, Day costuma postar fotos de festas, viagens, e famosos como Kim Kardashian e Chantel Jeffries.
Foto: Reprodução/Instagram
Além de já ter chamado Anitta de “usuária de drogas”, Day causou revolta na internet ao atacar outra criança: Rafaella, filha de Roberto Justus e Ticiane Pinheiro. Na ocasião, a socialite chamou a menina de “brinquedo assassino”, em referência ao filme de mesmo nome que tinha como protagonista o macabro boneco Chucky. Após a má repercussão, a postagem foi retirada do ar.

Em sua página Day afirma que possui quatro livros publicados, e que o que mais almeja na vida é servir de "inspiração". Procurada, Day McCarthy não retornou as solicitações da reportagem.


INQUÉRITO ABERTO
A polícia abriu um inquérito para investigar o caso. De acordo com a delegada Daniela Terra, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), a blogueira será intimada para prestar depoimento. Ela deve responder por injúria racial e difamação.

Ainda de acordo com a delegada, a socialite que atualmente mora no Canadá, será convocada através de uma carta rogatória, instrumento jurídico de cooperação entre dois países.