Nem Te Conto

Samantha Schmütz sobre Juliana Paes: 'Querendo provocar ódio contra mim'

Em junho deste ano, Juliana gravou um vídeo a uma "colega" para se defender de "palavras caluniosas"

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Samantha Schmütz falou sobre a relação com Juliana Paes, após uma discussão por questões políticas e ideológica que se tornou pública em junho deste ano. Em entrevista a Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, a atriz revelou os bastidores da briga com a colega de profissão.

Na época, Juliana publicou um vídeo se defendendo de "palavras caluniosas" por não se posicionar politicamente. À Folha, Samantha disse que o episódio aconteceu depois que enviou uma mensagem para a colega, depois que Juliana elogiou um vídeo sobre ter direito à isenção. 

“Queria alertá-la, por ter respeito e carinho por ela. Eu falei: ‘Talvez, se você tivesse perdido alguém por Covid, como eu perdi o Paulo, você pudesse estar revoltada’. No fim, ela me expôs. Não queria ter uma conversa particular exposta. Mas ela acabou se expondo mais do que eu, porque falou besteira, delirou”, disse a humorista.

Samantha Schmütz diz que Juliana Paes teve a intenção de provocar ódio: “Aquele texto que ela gravou (no vídeo) foi a resposta que me deu no WhatsApp. Pegou, copiou, botou no teleprompter e leu para as pessoas. Não entendi nada. Ela fala em polarização, mas tentou polarizar as pessoas contra mim. Reclama do discurso de ódio, mas está querendo provocar o ódio contra mim”, completou.