Nem Te Conto

Sandy comenta ataques de haters e defende a postura do marido

"É mais impulso", afirmou a cantora sobre comportamento de seu companheiro

Agência O Globo
- Atualizada em

Alvo de críticas nas redes sociais, Sandy admite que já perdeu a cabeça algumas vezes quando leu insultos e inverdades de internautas a seu respeito na web. Apesar de já ter se envolvido em algumas polêmicas por ter respondido a altura alguns ataques, ela garante ser mais controlada que o marido, Lucas Limas, que vira e mexe usa o Twitter para desabafar sobre algo que lhe desagrada.

Foto: Reprodução

"O Lucas é menos cauteloso com esse tipo de coisa. Não quero ficar sendo falada, gerar notícias ou fazer auê com esses assuntos que possam me incomodar, e o Lucas não se importa, ele vai lá e fala mesmo. Ele é um cara de personalidade muito forte, mas eu também sou. Ele é só mais impulsivo, de permitir ser levado mais na emoção. E eu sou mais controlada. Nós dois temos personalidades muito fortes, de falar na lata, sabe? Mas essa imagem que as pessoas têm dele é um pouco exagerada", defende a cantora.

Foto: Reprodução

Sandy diz que às vezes não consegue ficar alheia aos ataques dos haters e admite ser um "pouco brava" e ter "sangue quente".
Foto: Reprodução

"Tento não responder nada, porque acho que não vale a pena perder tempo nem valorizar isso. Mas quando uma coisa me tira muito do sério, às vezes o sangue sobe e eu dou uma resposta (risos), em um momento ou outro. Às vezes, me chateia um pouco, mas tem hora que não me causa nenhum tipo de emoção. Estou muito acostumada a lidar com isso, e hoje em dia estou muito consciente que isso é assim com todo mundo, que essa é a realidade atual e as pessoas são assim mesmo. São os haters, e não quer dizer que o Brasil inteiro esteja contra mim em algum momento. Só quer dizer que tem uma turminha ali que está a fim de colocar os cachorros pra fora e trata o artista como se fosse um objeto. Tomei consciência disso, e hoje eu me importo muito menos. Às vezes eu fico um pouco brava e respondo na hora, mas isso não acontece com frequência".