Nem Te Conto

Sem trabalho, Juliette Freire viveu do auxílio emergencial antes do 'BBB21'

Maquiadora autônoma recebeu a última parcela às vésperas de embarcar para o Rio de Janeiro.

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Juliette Freire viveu do auxílio emergencial antes de ser confinada no 'Big Brother Brasil 21'. De acordo com informações do jornal 'EXTRA' a maquiadora autônoma recebeu a última parcela às vésperas de embarcar para o Rio de Janeiro.

Segundo o jornal, a sister e três amigas montaram um estúdio de maquiagem em João Pessoa, mas, com a chegada da pandemia do coronavírus, se viram sem meios de manter a agenda aberta.

Foto: Reprodução | Instagram 

"Tínhamos um espaço em comum, onde todas pagavam uma parte das despesas. Com a pandemia, a gente ficou sem atender. Além dos decretos de fechamento, as festas pararam de acontecer", contou Deborah Vidjinsky, amiga, sócia e responsável pelas redes sociais da participante que já acumula quase 13 milhões de seguidores apenas no Instagram.

"Foi bem no meio da quarentena. Ela, na verdade, foi para a casa da mãe por causa das despesas. O aluguel, Juliette deu uma negociada, mas as outras despesas ela não estava conseguindo arcar. Nem a feira estava conseguindo fazer e teve que recorrer a empréstimo das amigas", relembrou a amiga ao jornal.