Nem Te Conto

Stefhany Absoluta revela porque fugiu de casa: 'Estava com medo de morrer'

A cantora que ficou famosa com o hit "Meu crossfox", publicou um vídeo para dar sua versão dos fatos e revelar o motivo de ter se separado

Agência, O Globo
Stefhany Absoluta quebrou o silêncio e falou pela primeira vez sobre as acusações de roubo feito pelo ex-marido, o empresário Roberto Cardoso, de 53 anos. A cantora piauense, de 27, que ficou famosa com o hit "Meu crossfox", em 2009, publicou um vídeo no Youtube para dar sua versão dos fatos e revelar o motivo de ter se separado após três de casamento e deixado a casa onde morava com o empresário no Recife.
"Foram três anos vivendo debaixo de ameaça. E agora, no mês de outubro, eu passei por algo terrível em Recife e decidi sair de casa porque eu estava com medo de morrer. Decidi, tomei essa decisão porque eu estava sofrendo muito", disse ela.
No vídeo de pouco mais de oito minutos, a cantora gospel começa saudando os "irmãos em Cristo" e pastores e pedindo perdão por não ter se pronunciado antes.
"Estou aqui para abrir o meu coração para vocês. Estou profundamente abatida, a minha alma está amargurada, por tudo o que está acontecendo, por todas as calúnias e mentiras que estão sendo colocadas na internet com o meu nome", diz ela, que foi acusada pelo ex-marido de ter aplicado um golpe e roubado toda a grana dele.
Stefhany prosseguiu o desabafo negando ter abandonado o lar: "Meu ex esposo colocou na internet que eu abandonei o lar. Não abandonei o lar. Eu avisei para ele que eu ia sair de casa. Foram três anos vivendo debaixo de ameaça. Quando eu sai de casa, eu avisei a ele, eu pedi para ele me dá o dinheiro da passagem, ele não me deu. Pedi para ele me levar para o Piauí, porque nós estávamos no Recife, e ele não me levou. E quando eu decidi sair de casa, que estava tudo arrumado, ele tirou todos os cartões, de crédito e da poupança, da minha mão, e eu sai de casa com um único cartão que eu tinha, de uma conta corrente que está no meu nome", afirma.
Foto: Reprodução
Ela segue contanto que pegou um ônibus com a filha deles para o Piauí e que no caminho foi informada que Roberto a esperava no Piauí. Foi, então, que ela decidiu seguir para Teresina, onde foi acolhida por um pastor e uma missionária. A cantora diz que está morando num apartamento alugado por ela e que o único dinheiro que usou da conta conjunto que ela tem com o marido foi R$ 1 mil.
"Ele está dizendo que eu peguei tudo dele. Irmãos, o que eu peguei foi mil reais de uma conta poupança conjunta, onde eu recebia dinheiro do Spotify e do meu canal. Como a pessoa roupa a si mesma? Eu peguei o dinheiro que era meu, que eu estava precisando para a minha filha. Essa calúnia que estão dizendo, é tudo mentira. E tudo o que a gente diz, a gente tem que provar. Eu quero que você prove o que você que está dizendo que eu roubei".

Foto: Reprodução
Usando palavras religiosas e sempre recorrendo a textos bíblicos, como "eu sou uma serva do Senhor", "estou de pé e com Cristo eu vou até o fim" e "espero no meu Deus", Stefhany ainda disse que avisou a todos os pastores das igrejas por onde passou que estava em processo de divórcio e afirmou que não impediu o ex-marido de ver a filha deles, de 2 anos.
"Em nenhum momento eu impedi o Roberto de ver a filha. Inclusive, ele já veio ver a filha. E quando ele veio ver a filha dele, ele pegou ela no colo e começou a gravar com um celular. Eu disse que ele não ia gravar nem usar a imagem dela. Depois disso, ele não ligou até agora para ver a menina. A medida protetiva (ela diz que procurou a polícia para dar queixa do ex-marido) é só para mim, então, ele não está sendo impedido de ver a filha".
Por fim, Stefhany contou que teve a agenda de shows cancelada e chorou ao lembrar as ameaças que ela diz ter sofrido do então marido. "Muitos não entendem, mas quem sabe sou eu, que vivi ameaças. Ele nunca me bateu... é verdade, eu vivi momentos felizes, mas vivi também debaixo de muitas ameaças".
Assista ao vídeo do desabafo de Stefhany e também os do ex-marido a acusando de roubo.