Nem Te Conto

Taís Araújo desabafa: "a cor do meu filho faz com que as pessoas mudem de calçada"

Atriz participou de uma palestra no TEDXSãoPaulo, que aconteceu no dia 6 de novembro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A atriz Taís Araújo participou de uma palestra no TEDXSãoPaulo, que aconteceu no dia 6 de novembro, para falar sobre os problemas sociais enfrentados pela população negra. No evento, cujo tema era 'Mulheres que Inspiram', a atriz dialogou com o público com base em sua experiência como mãe de duas crianças negras e o temor que sente das dificuldades que seus filhos estão expostos por causa do racismo.

Foto: Reprodução

Em sua fala, Taís enfatizou a questão racial e de gênero. "Quando engravidei do meu filho, eu fiquei muito, mas muito aliviada de saber que no meu ventre tinha um homem. Porque eu tinha a certeza de que ele estaria livre de passar por situações vivenciadas por nós, mulheres. Teoricamente, ele está livre, certo? Errado. Errado porque meu filho é um menino negro e liberdade é um direito que ele não vai poder usufruir se ele andar pelas ruas descalço, sem camisa, sujo, saindo da aula de futebol. Ele corre o risco de ser apontado como um infrator - mesmo com seis anos de idade". A atriz ainda exemplificou as consequências do racismo. "No Brasil, a cor do meu filho é a cor que faz com que as pessoas mudem de calçada, escondam suas bolsas e que blindem seus carros."

Ela ainda lembrou dados recentes de casos de feminicídios contra mulheres negras.  "Quando eu penso o risco que minha filha corre simplesmente por ter nascido mulher e negra eu fico completamente apavorada, e meu pavor tem razão. Observando o mapa da violência no Brasil, os números são muito alarmantes. O número de feminicídios contra mulheres negras aumentou 54,8%", desabafou.

Foto: Reprodução

Taís Araújo terminou seu discurso reforçando a importância do respeito a diversidade e da luta para erradicar as desigualdades sociais.

Confira discurso na íntegra: