Nem Te Conto

Thais Fersoza fala da reprise de 'Estrela guia' e da exposição dos filhos

A atriz, que não participa de uma novela desde 2016, quando fez "Escrava mãe", tem se dedicado ao seu canal no YouTube

Patrícia Kogut, de Agência O Globo

Gisela, a jovem rebelde de "Estrela guia", de 2001, foi um dos principais papéis da carreira de Thais Fersoza. Agora que a novela acaba de reestrear no Viva, tanto ela quanto o público estão podendo matar as saudades:

Foto: Reprodução | Instagram

- Esperei muito por essa reprise. Assim como a Gisela, eu era uma adolescente, tinha 16 anos. Esse trabalho marcou uma fase da minha vida. Passei a conseguir me ver de outra forma. Até então, eu sempre tinha sido a menina muito disciplinada que começou a trabalhar cedo. A Gisela veio e deu uma bagunçada nisso.

A atriz conta que já estava recebendo mensagens do público mesmo antes da estreia da trama, no último dia 8:

- As pessoas ficaram muito felizes. Além das mensagens, na rua está todo mundo me parando para falar sobre a novela. As pessoas se identificaram com a Gisela na época. Lembro que uma pesquisa revelou que muitas jovens pintaram o cabelo de laranja como ela.

A atriz, que não participa de uma novela desde 2016, quando fez "Escrava mãe", tem se dedicado ao seu canal no YouTube.

- Estou focada nisso. As entrevistas que venho fazendo deram supercerto e estão repercutindo muito bem. Eu curto apresentar, falar sobre ser mulher e sobre maternidade, beleza, relacionamentos, alimentação etc - diz ela, que sonha com um programa só seu.

Mãe de Melinda, de 2 anos, e de Teodoro, de 1, do casamento com o cantor Michel Teló, Thais acredita que conciliar a rotina de trabalho e a criação dos filhos é um desafio para todas as mães.

- Todas passam por isso. Eu ainda tenho a vantagem de conseguir adequar meus horários à rotina deles. Várias mulheres passam por uma situação muito pior. É um processo natural. Até porque, além dos filhos e do trabalho, as mulheres também precisam ter tempo para elas, para se cuidarem e aproveitarem o casamento. É bom para os filhos ver que a mãe trabalha, luta, rala, curte o que faz. Aqui, a Melindinha já pergunta: 'Mamãe, está indo trabalhar? Vai gravar?'. É legal dividir isso com eles. A gente rebola aqui e ali e dá tudo certo. Não gosto quando dizem que a mulher se divide em mil. Eu não me divido: estou inteira em tudo o que faço - avalia ela, que elogia o marido. - Ele é superpresente.

Thais, que está sempre sob os holofotes com o marido, afirma que lida bem com a fama:

- Sempre levei numa boa e encarei como consequência da minha profissão. Fico feliz por saber que meu trabalho é reconhecido, enquanto existem tantas pessoas que merecem e não conseguem conquistar isso. Hoje, com as redes sociais, acho mais fácil filtrar o que a gente não quer mostrar. Temos mais voz ativa do que antigamente, quando outras pessoas é que falavam sobre nós. Em relação aos meus filhos, acho que nós somos discretos. Não escondemos a nossa família, mas conseguimos administrar o que queremos ou não falar. Tanto eu quanto o Michel somos figuras públicas. A gente sempre recebeu tanto carinho que acharia injusto não retribuir compartilhando coisas da nossa vida.