Nem Te Conto

Xanddy, do Harmonia do Samba, revela que sofreu preconceito por rebolar: 'xingamentos'

Durante o 'Altas Horas', o cantor e Carla ainda comentaram sobre o início da relação e que foi amor à primeira vista

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Carla Perez e Xanddy participaram do programa Altas Horas deste sábado (27). No bate-papo virtual, o cantor relembrou situações de preconceito que sofreu no início da carreira por rebolar.

"No início, entre 1999 e 2004, nos primeiros cinco anos, sofria demais, inclusive, sofria agressões. Parece brincadeira falar isso, mas jogavam coisas em mim. Uma vez, uma pessoa jogou um tênis e me feriu, o sangue chegou a descer. Existia muita pressão...", relatou Xanddy. 

"Chegava na cidade e havia xingamentos. Existia preconceito. Nunca tive problema com isso, me incomodava a questão da agressão. Mas o que achavam ou deixavam de achar, eu sabia exatamente quem eu era", acrescentou o vocalista do Harmonia do Samba. 

Carla Perez também comentou a situação: "Foi o primeiro homem a se expor dançando no Brasil inteiro, então imagina como foi?". 

Durante o programa, eles ainda comentaram sobre o início da relação e que foi amor à primeira vista. 

"Me falaram assim: 'Tem um Carla Perez de calça na cidade'. Fiquei curiosa para conhecer. Como apresentava um programa de TV e levava muitas bandas da Bahia para se apresentar, fui conhecê-los e foi amor à primeira vista", contou Carla. 

"Bom, convidei ela pra dançar e rolou. Naquela dança, naqueles olhares, chegamos aqui", acrescentou Xanddy. Os dois já tem quase 20 anos juntos.