Nem Te Conto

Xuxa Meneghel anuncia fim de fundação filantrópica: "As coisas estão difíceis"

Apresentadora culpa crise financeira pelo encerramento das atividades

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)

Após 28 anos de história, chega ao fim as atividades da fundação Xuxa Meneghel. Em entrevista ao apresentador Amaury Jr., a apresentadora do Dancing Brasil se confundiu ao justificar os gastos da organização filantrópica, mas culpou a crise financeira pelo encerramento das atividades.

"Tenho ajuda de poucos amigos. Cada criança custa R$ 11 por dia, R$ 330 por mês, R$ 3300 por ano, pra mim. São R$ 1,8 milhões anualmente. As coisas estão bastante difíceis", declarou a artista que ainda disse que a decisão já vinha sido estudada há três anos.

(Reprodução: AgNews)

Em março deste ano a eterna rainha dos baixinhos já havia se queixado do pouco investimento em seu projeto e revelou que este seria o último ano da fundação. “O Brasil tá em crise e eu não tô conseguindo levar a FXM sozinha. Dói muito, mas é verdade. Vai ser o último ano. Eu não quero, mas está difícil: crise, TV não é mais a mesma. Gasto R$ 1,8 milhões anualmente, é muito pesado, não dá”, disse para os fãs. 

Assalto à Fundação Xuxa Meneghel

Indignação  foi a palavra usada por Xuxa Meneghel para desabafar sobre o assalto a FXM. Em fevereiro de 2016 a fundação que leva seu nome foi arrombada e roubada. Em seu perfil no Facebook a apresentadora lamentou o ocorrido.

"To tão indignada!!! Como pode alguém entrar na fundação xuxa meneghel, roubar, quebrar os brinquedos das crianças... Um lugar que existe só pra ajudar??? Pq???( essa era a casinha de boneca) Sei que não devemos ter ódio e sim pena de pessoas assim, mas doí demais, doí demais saber que tem tanta gente ruim, má, nojenta, que tem a capacidade de destruir algo tão doce, tão acolhedor como a fundação", escreveu.