Nem Te Conto

Xuxa perde processo contra deputada federal sobre livro com temática LGBTQIA+

A apresentadora pediu uma indenização no valor de R$ 150 mil após críticas da deputada sobre a produção literária

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

 Xuxa Meneghel perdeu um processo por danos morais contra a deputada federal Carla Zambelli (PSL – SP). A ação foi movida pela apresentadora após a parlamentar ter feito duras críticas contra o livro ‘Maya’, que seria lançado pela loira.

Na ocasião, a mãe de Sasha pedia uma indenização de R$ 150 mil, mas a juíza Carolina Pereira de Castro da 15ª Vara Cível julgou o pedido improcedente e extinguiu o processo.

O anúncio do livro aconteceu no ano passado. Na época, em entrevista ao UOL, a famosa explicou que a obra literária narrava a história infantil sobre uma menina que está no céu aguardando uma família ideal para vir à Terra. Maya passa a ter uma família formada por duas mães e Xuxa mostrava como as crianças nascem sem qualquer tipo de preconceito.



A inspiração surgir através do próprio convívio da global com um casal de amigas. A apresentadora se hospedou por quatro meses na casa das amigas no ano passado e decidiu escrever o livro.

Com a repercussão da produção, Zambelli publicou nas redes sociais que o lançamento iria “destruir os valores humanos” das crianças. “O alvo dessa teia de destruição de valores humanos não é mais você. Essa mira está apontada para a mente das nossas crianças! Sexualizar e instigar inocentes ao sexo pavimenta a pedofilia e a depravação. Não tenhais medo. Lute por elas conosco”, escreveu a deputada na ocasião.

A decisão da 15ª Vara Cível entendeu que Zambelli fez o comentário dentro da liberdade de expressão e não poderia ser condenada por isso, o que culminaria em censura.

A sentença ainda destacou que a obra e a figura de Xuxa estão sujeitas as críticas, como qualquer pessoa. A juíza afirmou que houve uma preocupação exagerada da deputada sobre a educação das crianças, mas que não configura ataque à honra de artista.

Veja: