Ex-BBB Danrley Ferreira relata ter sido vítima de racismo em abordagem policial no Rio; assista


Foto: Reprodução/ Instagram

O ex-BBB Danrley Ferreira, participante da 17ª edição do reality show, desabafou nas redes sociais após ser vítima de racismo nas ruas do Rio de Janeiro.

Em vídeo, o estudante de biologia relata que foi abordado por guardas enquanto andava de bicicleta e foi obrigado a comprovar que o celular que estava usando era dele.

“Hoje estava me frente ao Parque Lage, no Rio de janeiro, esperando uma amiga sair, em cima da minha bike, da qual eu sou modelo da marca e garoto propaganda. Dois guardas chegaram para me abordar perguntando o que eu estava fazendo ali parado, detalhe, era um ponto de ônibus. Perguntaram se eu era maior ou menor de idade, se tinha documento, se o celular que eu estava segurando era meu e o que eu estava fazendo no meu celular”.

O modelo contou que apesar de não ser negro retinto, nunca deixou de ser alvo do racismo. No desabafo, Darnley pontuou alguns aspectos que o fariam “escapar” do crime:

“O que me deixa puto nem é ser abordado, mas saber que se fosse um moleque loiro e de olho azul, eles não cogitariam abordar essa pessoa, não perguntaria se esse celular, que é caro, era dele, e muito menos iam pedir para ver o que ele estava vendo no celular dele assim do nada. Eu não sou uma pessoa retinta, mas isso nunca impediu que eu passasse por situações como essas”.

Nos comentários da postagem feita na noite da última terça (16), o ex-BBB recebeu o apoio de amigos. “Sinto muito por isso Dan, um abraço meu apertado pra ti! Fortaleça agora do lado de quem você ama, pq sabemos o quanto dói. Conta comigo sempre”, escreveu Gabriela Hebling, sua parceira de edição.

“Mais um dia pra ter que ser mais forte que o preconceito e seguir em frente, infelizmente é só o que resta”, lamentou o também ex-BBB Viegas.

Leia mais sobre Celebridades no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias

Veja também: