Nem Te Conto

Ex-BBB ficou sem comer e chorou ao saber que iria para presídio

"Está bem abatido e abalado, ontem ele até chorou quando o acompanhei no Centro de Triagem", diz o advogado

Redação iBahia
17/05/2016 às 14h44

2 min de leitura
Ronaldo Santiago, advogado do ex-BBB Laércio – acusado de estupro e preso na segunda-feira (16) – contou que seu cliente ficou muito abalado com tudo o que aconteceu. “Ele não conseguiu jantar ontem porque está se sentindo muito mal com tudo isso. Está bem abatido e abalado, ontem ele até chorou quando o acompanhei no Centro de Triagem. Ele está indignado e se sentindo constrangido porque chega na delegacia e a própria polícia diz que o cara é acusado de estupro. Não conseguiu nem jantar. Ele estava bem assustado e se sentindo mal. Falou que isso nunca tinha acontecido com ele”, contou Santiago ao ‘Ego’. Entenda o casoO ex-BBB Laércio de Moura foi preso na manha desta segunda-feira (16) em Curitiba. Ele cometeu crimes por estupro de vulnerável e também ofereceu bebidas alcoólicas a menores.  A delegada Patrícia Conceição Nobre Paz informou que o ex-brother já estava sendo investigados por outros crimes que constam no Estatuto da Criança e do Adolescente. (ECA).

Foto: Reprodução/Gshow

Segundo a publicação, ela também explica que o início das investigações aconteceu a partir de denúncias que foram recebidas ainda enquanto ele participava do ‘Big Brother Brasil’. “No programa, ele já anunciava algumas práticas duvidosas e recebemos diversas denúncias a nível nacional. A investigação começou sigilosa e discreta, mas prosseguiram a acabamos identificando vítimas”, contou.

Relacionamento ou estupro? Entenda o que diz a lei

Relembre polêmicas envolvendo o designer de tatuagem
Ele brigou com Ana Paula por dormir de cueca e olhar para o bumbum de Munik, revelou ter um triângulo amoroso entre jovens de 17 e 19 anos, teve foto de jovem seminua entre os conteúdos do seu perfil em uma rede social e foi acusado de pedofilia no programa.