Assédio na TV

Intérprete de Zefa na 1ª versão de Pantanal revela ter sido assediada por ex-colega de trabalho

Aos prantos, Giovanna Gold ainda se mostrou chateada com o interesse do público em seu romance com Marcos Palmeira

Redação iBahia
05/07/2022 às 12h00

2 min de leitura
Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal

A atriz baiana Giovanna Gold, intérprete da personagem Zefa na primeira versão de ‘Pantanal’, desabafou após ser procurada para falar sobre o romance que teve tido com Marcos Palmeira nos bastidores da trama nos anos 90.

Em um vídeo compartilhado com os seguidores no Instagram, Gold se mostrou chateada com toda situação e afirmou que ela consegue falar sobre outras coisas além da sua vida amorosa.

“Gente, como vocês acham que eu me sinto? Eu sou atriz, eu sou boa atriz, porque eu sou dedicada. Eu estudo o meu texto, gasto meu tempo, estudo o gesto, a respiração… para emocionar. Se eu tive um momento romântico em 1990 com um par romântico, passou. Que coisa… Por que eu tenho que dar ibope para isso?”, disse em meio às lágrimas.

Gold ainda revelou alguns casos de assédio que sofreu no passado, sem citar os nomes dos envolvidos. Segundo a atriz, todos eles foram praticados por pares românticos com quem ela contracenou.

“Tive outros pares românticos. Um me meteu o linguão na boca. O outro me assediou. Um outro foi me dar uma carona de Niterói, eu morava na Urca… ele veio pela Linha Amarela, Barra… Pra quê? Para eu ficar lá ouvindo mimimi. Eu quis fazer a simpática, porque eu não sou a falsa fofa, a velha babona. Eu sou sincera, eu sou sensível…”.

A baiana teve outros papéis marcantes na carreira além de Pantanal. Na Globo, a atriz partiicpou de ‘Mulheres de Areia’ como Alzira da Silva e ‘Por Amor’, como Kátia Gouveia’.

Giovanna também atuou em ‘Chiquititas’ no SBT e se último trabalho na TV foi na novela ‘Gênesis’ da Record, em 2021.

Leia mais sobre Celebridades em iBahia.com e siga o portal no Google Notícias