Nem Te Conto

Lucas Lucco volta a falar sobre síndrome do pânico: "ferida"

"É difícil de expor, explicar. Parece que ninguém te entende", desabafou

Redação iBahia
11/05/2016 às 15h01

2 min de leitura
Lucas Lucco participou do  Encontro desta quarta-feira (11) e voltou a falar sobre a síndrome do pânico, doença que surgiu quando o sertanejo começou a fazer sucesso. “As coisas foram acontecendo e quando eu me vi já estava desse jeito. Comecei a não conseguir ir aos shows, faltar as gravações da novela, porque não conseguia sair de casa. Tinha medo. É uma doença, uma ferida que ninguém pode enxergar. As pessoas te olham e não conseguem ver nada além de um rosto triste. É difícil de expor, explicar. Parece que ninguém te entende. Por mais que as pessoas tentem definir o que está acontecendo com você, é muito pior do que acham. Hoje, estou muito bem”, desabafou.

O cantor ainda comentou como lida com esse drama. “Depois que essa nuvem negativa saiu da minha vida pude perceber várias coisas. Sempre fui um cara emotivo. Sou de uma família de muita fé. A história toda da minha carreira tem 4 anos. Entendi o propósito de Deus na minha vida, o porquê disso ter acontecido. Antes do sucesso eu não tinha nada. Eu era vendedor em um shopping. Você pode ser rico ou pobre que essa doença não escolhe”, diz.