Diva da arte!

No ano do em que faria 100 anos, Bibi Ferreira será homenageada no teatro; saiba detalhes da peça

Amanda Acosta será a protagonista de "Bibi, uma vida em musical"

Redação iBahia
01/07/2022 às 17h33

2 min de leitura
Foto: Arquivo pessoal

No ano em que faria 100 anos, a atriz, cantora, compositora e diretora brasileira, Bibi Ferreira vai ganhar uma homenagem no teatro. Amanda Acosta será a protagonista da peça que possui o texto de Artur Xexéo e Luanna Guimarães, sob direção de Tadeu Aguiar.

“É um dos maiores desafios para mim, enquanto atriz, pois foi um processo de muita pesquisa, ouvindo e vendo tudo que foi possível na internet sobre a Bibi, bem como ler tudo que me veio as mãos, sobre a vida, a obra e, ouvindo muita gente que trabalhou com ela”, disse a atriz em entrevista à Gazeta do Rio.

A peça está em cartaz no Rio de Janeiro, no teatro Riachuelo. Interessados podem adquirir clicando aqui.

Amanda Acosta é atriz, cantora, compositora e foi integrante do grupo musical infantil, ‘Trem da alegria’ nos anos de 1988 a 1992. Ela também já participou do ‘Programa Raul Gil’, no início dos anos 80, quando tinha apenas 4 anos de idade.

Sobre Bibi Ferreira – A artista morreu em fevereiro de 2019, dentro do apartamento onde morava no Rio de Janeiro, após sofrer uma parada cardíaca e perda repentina de circulação sanguínea em resultado da incapacidade do coração em bombear sangue.

Em 93 anos de carreira, Abigail Ezquierdo Ferreira, mais conhecida como Bibi Ferreira encenou mais de 170 espetáculos. A artista era filha do ator Procópio Ferreira e da bailarina espanhola Aída Izquierdo.

Ela chegou ao Brasil com 7 anos de idade e casou-se oito vezes. Uma das muitas curiosidades de Bibi Ferreira é que aos 20 dias de vida, ela apareceu em uma cena no colo da madrinha Abigail Maia, na peça ‘Manhãs de Sol’, na ocasião ela substituiu uma boneca cenográfica.

Com o segundo marido, Armando Carlos Magno, ela teve a única filha, Tereza Cristina, nascida em 1954. Pioneira, ela foi uma das primeiras mulheres a dirigir peças de teatro no Brasil na década de 40.

Alguns dos espetáculos que Bibi acumulou no currículo foram “Alô Dolly, “Minha Querida Dama”, “Brasileiro, Profissão: Esperança”, “Gota D’Água”, “Bibi canta “Frank Sinatra” entre muitos outros.

Leia mais sobre Salvador no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias