Ataque na web

PA revela ter sido alvo de racismo por parte dos fãs de Jade Picon: ‘Tive que ir na delegacia’

Segundo o atleta, além dos ataques a ele, sua família também foi envolvida na onda de ódio da torcida, frustrada com o fim do romance

Redação iBahia
26/07/2022 às 6h50

2 min de leitura
Foto: Reprodução/ YouTube

Nem só de flores “sobreviveu” o romance do atleta Paulo André com a influenciadora digital Jade Picon. O ex-BBB desabafou em entrevista ao podcast PodDelas, de Bruna Unzueta e Tata Estaniecki e revelou ter sido alvo de ataques racistas por parte dos fãs da ex-affair que não aceitaram o fim do envolvimento do casal.

PA, de 23 anos, contou que precisou prestar uma queixa contra algumas seguidoras após os ataques se intensificarem.

“Não façam isso, são ataques pesados, tive que ir na delegacia assinar um negócio de racismo na internet. Eu não vou deixar passar. Quer me chamar de feio, beleza, racismo é uma coisa pesada e não vou deixar passar”.

Segundo o atleta, além dos ataques a ele, sua família também foi envolvida na onda de ódio da torcida, frustrada com o fim do romance. “Quanto a mim pode atacar à vontade, só não encosta na minha família, no meu filho. Isso eu fico mal real, e em alguns momentos isso aconteceu. É sustentar porque foi uma escolha que fiz”.

Foto: Reprodução/ Instagram

Sem ressentimento de Jade, Paulo André falou sobre o romance que viveu com a blogueira e explicou porque o namoro não foi para frente. PA conta que apesar do fim do romance, os dois seguem como bons amigos fora do BBB.

“A gente teve uma parada muito maneira, foi muito intenso, mas saímos, ela tem a vida dela. Não deu certo, as pessoas criaram expectativas. A gente conseguiu manter essa amizade. É triste porque eles não entendem isso (…) Eu fico triste, não fizemos nada de errado um com o outro. Está tudo certo, a gente é amigo. Depois da casa, a gente se pegou, mas ela seguiu a vida dela, eu a minha. A gente tem as nossas escolhas”.

Leia mais sobre Celebridades no iBahia.com e siga o portal no Google Notícias