Notícia

Curiosidades e dúvidas sobre as Eleições Municipais

Confira as dúvidas mais frequentes dos eleitores no dia da votação

Redação iBahia
15/09/2016 às 14h30

4 min de leitura
Há menos de um mês para as eleições municipais que definirá os novos representantes das capitais brasileiras, ainda há curiosidades sobre o período eleitoral que muitas pessoas não sabem. Reservamos três dúvidas que surgem a cada quatro anos para que não haja questionamentos na hora de escolher seu candidato.
Para votar, não é necessário levar o título, apenas um documento com foto
A Justiça Eleitoral aceita a apresentação de qualquer documento oficial com foto para que você exerça seu direito como cidadão frente as urnas. O voto no Brasil é obrigatório e para que não haja nenhuma complicação no dia 2 de outubro, quem não estiver com o título de eleitor em mãos pode utilizar carteira de identidade, carteira de trabalho, identificação profissional de entidade de classe, passaporte, certificado de reservista e carteira de motorista.
As exceções ficam por conta da carteira de estudante e o crachá institucional.
Ninguém pode ser preso no dia das eleições
A não ser que haja flagrante, nenhum, cidadão pode ser preso no dia da eleição. Na verdade a lei referente a não prisão no período eleitoral começa cinco dias antes da votação e se estende até 48 horas após o resultado. Para os mesários, fiscais de partido e candidatos, o ‘privilégio’ é ainda maior. Todos eles tem a liberdade assegurada 15 dias antes da eleição. A lei foi criada para garantir os direitos de uma democracia e evitar o uso político de prisões e abuso de autoridade que possam interferir no resultado da votação.
O maior número de votos não garante a eleição do candidato
Este é um dos maiores mitos do período eleitoral. Vale frisar que a regra é aplicada apenas para os vereadores em uma eleição municipal e para os deputados federais e estaduais nas eleições presidenciais. O sistema utilizado para a escolha dos representantes municipais funcionam da seguinte forma: Quando um candidato é muito votado, ele pode apliar o número de vagas para o partido que ele representa. Na maioria das vezes, as vagas são preenchidas por candidatos do partido que receberam menos votos.Menores de 18 anos e maiores de 70 não são obrigados a votarA lei prevê também que pessoas não alfabetizadas não precisam comparecer ao colégio eleitoral. Além dessas três condições, algumas pessoas não são obrigadas a votar porque foram privadas dos seus direitos políticos, de maneira temporária ou definitiva. Não é permitido levar celular para a cabineNão é permitido usar celulares para tirar selfies ou gravar vídeos durante o ato da votação. Na eleição presidencial em 2014, foram encontradas várias selfies no momento do registro do voto na internet. A ação é proibida para manter o sigilo do voto e pode gerar multa para o eleitor.

Recomendamos