Novelas

'A Dona do Pedaço': Fabiana encurrala Josiane, diz colunista

De acordo com Patrícia Kogut, tudo começará quando a irmã de Vivi (Paolla Oliveira) fizer um acordo com Otávio (José de Abreu) e Agno (Malvino Salvador)

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)

Nos próximos capítulos de "A dona do pedaço", Fabiana (Nathalia Dill) usará a foto que tirou de Josiane (Agatha Moreira) matando Jardel (Duio Botta) para chantageá-la. As informações são da colunista Patrícia Kogut, do Jornal O Globo.

Foto: Reprodução | TV Globo

De acordo com a jornalista, tudo começará quando a irmã de Vivi (Paolla Oliveira) fizer um acordo com Otávio (José de Abreu) e Agno (Malvino Salvador). A vilã aceitará sair da construtora desde que os executivos comprem outra empresa para que ela possa administrar. Com um trunfo em mãos contra Jô, Fabiana logo pensará na fábrica de Maria da Paz (Juliana Paes).

A ex-noviça fará uma visita ao local e sondará Márcio (Anderson Di Rizzi) para saber o valor da empresa. Depois, pedirá para conversar com Josiane.

- Quero ter um negócio só meu. Então pensei, lembrei dessa fábrica, das confeitarias. Sabe, no convento onde fui criada, as freiras faziam bolos, bolachinhas para vender, principalmente na época de festas. É um negócio que me atrai. Eu até cuidava da compra dos ingredientes, dos lucros - começará a vilã. 

- Fabiana, juro que não entendo você vir até aqui. Eu acabo de assumir a fábrica. Não penso em vender. Mas, se vendesse, só se fosse por uma fortuna - responderá Josiane. 

- Não, não será uma fortuna - dirá ela. 

Ainda segundo a colunista, Fabiana explicará que vai oferecer metade do valor de mercado pela fábrica e pelas confeitarias. Josiane se irritará:

- Está surda? Eu já disse que não vou vender.

- Vai, sim.

- Não vou. Agora, faz favor, acho que tá desequilibrada. Melhor ir embora.

A namorada de Rock (Caio Castro), então, mostrará a foto comprometedora:

- Eu vi quando empurrou aquele homem para a morte. Fotografei. Guardei até agora porque eu sei que me seria útil. E é muito útil. Ou vende a fábrica pela metade do valor, com as confeitarias. Ou vai diretamente pra cadeia.

Josiane tentará argumentar, mas Fabiana não mudará de ideia.

- É uma chantagem muito sórdida. Eu nem quero vender a fábrica. E cê tá oferecendo a metade do valor. 

- Se continuar reclamando, ofereço um terço. Estamos de acordo - encerrará ela.