Novelas

'A Dona do Pedaço': passado de Chiclete será descoberto, diz colunista

De acordo com Patrícia Kogut, tudo começará quando Camilo voltar a investigar a vida do namorado de Vivi (Paolla Oliveira)

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)

Nos próximos capítulos de "A dona do pedaço", Camilo (Lee Taylor) descobrirá que Chiclete (Sergio Guizé) é um justiceiro. As informações são da colunista Patrícia Kogut, do Jornal O Globo.

Foto: Reprodução | TV Globo

De acordo com a jornalista, tudo começará quando Camilo voltar a investigar a vida do namorado de Vivi (Paolla Oliveira). Ele, então, saberá que Maria da Paz (Juliana Paes) e o restante dos Ramirez vieram de Rio Vermelho. Com essa informação, ligará para o delegado do local e perguntará o que ele sabe a família. 

- A cidade foi um centro de justiceiro profissional. Duas famílias se enfrentavam. Os Matheus e os Ramirez - revelará o homem.

Segundo Patrícia, o policial explicará que é novo na cidade e dará para Camilo o endereço do antigo delegado de Rio Vermelho, que agora vive em São Paulo. O ex-noivo de Vivi, então, irá procurá-lo e fará perguntas sobre as duas famílias:

- Era a guerra entre os Ramirez e os Matheus. Aquela gente brava. Eu lembro, se falou muito na época, que a velha Dulce, que Deus a tenha, a matriarca dos Ramirez, liquidou a família Matheus - lembrará Argemiro (ator não escalado). 

O investigador aproveitará para perguntar sobre Chiclete, mas o delegado não responderá. Argemiro se negará a dizer o que sabe, alegando que teme por sua vida.

- Quer mesmo saber de tudo? Já que conhece uma Ramirez, procure um Matheus. O advogado que foi noivo da Maria da Paz. Amadeu (Marcos Palmeira).

Conforme Kogut, Camilo irá até a casa de Amadeu e pedirá que ele lhe conte tudo sobre o passado de sua família. Mas, percebendo as segundas intenções do policial, o pai de Josiane (Agatha Moreira) não dirá nada. Rael (Rafael Queiroz), porém, ouvirá a conversa do tio com o investigador e resolverá procurá-lo.

Rael contará para Camilo que sua família e a de Chiclete são inimigas, mas recentemente fizeram um pacto e prometeram não atirar mais uns nos outros.

- Se ninguém atira em ninguém, não tem o que me dizer - observará Camilo.

- Sobre o presente não. Sobre o passado, sim - explicará o rapaz. 

- Que tem a dizer sobre o passado?

- Não entendeu ainda? O Chiclete era justiceiro. O mandante procurava, ele aceitava a encomenda. E entregava a alma pro céu - revelará Rael.