Novelas

A Força do Querer: Bibi correrá risco de morte

Mulher de Rubinho será ameaçada por Sabiá

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
Fortes emoções estão por vir em cenas dos próximos capítulos da novela 'A Força do Querer'. De acordo com informações da colunista Patrícia Kogut, do jornal 'O Globo', Bibi (Juliana Paes) correrá risco de morte.
Isso porque, segundo a publicação, a moça ficará responsável por receber uma carga de fuzis e terá que realizar o pagamento. Os criminosos se recusarão a subir o morro para entregar as armas antes de receberem o dinheiro. Bibi, então, pedirá que um dos traficantes do Morro Azul desçam para fazer o pagamento, enquanto ela ficará com um dos homens do grupo como garantia.
Os bandidos, no entanto, fugirão com o dinheiro e a encomenda e deixará a mulher de Rubinho (Emílio Dantas) desesperada. Ela fará o rapaz de refém e mandará que ele entre em contato com as famílias dos comparsas para tentar resolver a situação. Ao saber do ocorrido, Sabiá (Jonathan Azevedo) colocará Bibi contra a parede.

"Ninguém aqui tá afim de tirar a vida de ninguém. Só mesmo se for o caso. Eu quero é o meu dinheiro. Um dos dois vai ter que dar conta. Ou tu ou a Bibi!", dirá ele. A estudante de direito falará com a mãe de um dos homens do grupo por telefone: "a senhora está entendendo? Manda esse miserável do seu filho que deixou o irmão aqui pra levar bala trazer o dinheiro de volta, se quiserem ver ele vivo de novo. Tá entendendo?".
Sabiá, então, diz que não vai mais esperar o pagamento: "Batoré (Daniel Zettel), bota a arma na mão da Bibi!". "Na minha? Não, não faz isso comigo, não, Sabiá. Isso não, isso eu não faço", pedirá ela. O traficante avisará: "Não foi tu que fez o negócio? Vai ter que terminar. Ou tu ou ele". 
Nervosa, Bibi não terá coragem de atirar. "Tá pensando que é só baile? Quem tá nessa vida tem de passar por isso. Não dá pra ficar: ah, não quero, não posso. Pode", insistirá Sabiá. Bibi começará a chorar com o revólver na mão até que os familiares do refém chegarão e resolverão o problema.