Novelas

A Força do Querer: Marco Pigossi torce para Zeca e Ruy dividirem a paternidade de Ruyzinho

"Pai é quem cria. Ruy, querendo ou não, passou mais de um ano com esse menino, amando, cuidando", disse o ator

Agência O Globo

Se depender da torcida de Marco Pigossi, Zeca e Ruy (Fiuk), no final de “A força do querer”, vão dividir a paternidade de Ruyzinho.

— Me agrada a possibilidade de dividirem a paternidade. "Pai é quem cria. Ruy, querendo ou não, passou mais de um ano com esse menino, amando, cuidando"... Acho justo que dividam a paternidade para o bem da criança. Não seria bom separar Ruyzinho de Ruy — diz o intérprete do pai biológico do filho de Ritinha (Isis Valverde).

A expectativa de Pigossi para o último capítulo da trama de Gloria Perez, que vai ao ar nesta sexta-feira, inclui que só coisas boas aconteçam para o seu personagem.

— Acredito em um final feliz para Zeca. Ele é do bem, tem alma boa. Se ao lado de Ritinha ou de Jeiza (Paolla Oliveira), não sei — despista o ator, de 28 anos.