Novelas

'Alto Astral': Úrsula confessa que raptou Laura quando bebê

"Não me arrependo de nada, se tivesse que fazer tudo de novo, eu faria!", diz ela

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A última semana da novela 'Alto Astral' promete fortes emoções! Depois de ser desmascarada tanto por Maria Inês (Christiane Torloni) quanto por Laura (Nathalia Dill), Úrsula (Sílvia Pfeifer) vai confessar para Liz (Débora Rebecchi) a verdade sobre a origem de Laura (Nathalia Dill).


A megera admite que raptou a jornalista quando ela ainda era um bebê. A revelação da identidade da mãe misteriosa vai acontecer na quinta-feira (6), com a ajuda de Kitty Santana (Maitê Proença).

Depois de Laura ter comprovado que não é filha de Úrsula através de um teste de DNA, a vilã deixa cair a máscara e revela a Liz que tinha um caso com o pai da repórter. "Tinha conhecido o Mauro, pai da sua amiga Bia (Raquel Fabbri), no acampamento. Toda vez que eu ia lá, nós ficávamos juntos". Chocada, a ex-namorada de Israel (Kayky Brito) pergunta se a história do estupro também foi invenção.


Acompanhe aqui o resumo das novelas.

Úrsula continua: "Só estou contando porque você vai acabar sabendo mais cedo ou mais tarde". Ela confessa ter tirado Laura da mãe, e conta: "Mauro me chamava de Gracinha. Ficava atrás de mim o tempo todo, então, foi a saída perfeita. Deixei o bebê na casa dele". Atordoada, Liz conclui o óbvio: "E você só assumiu que era a mãe porque ficou com medo de a Laura descobrir que você tinha feito tudo isso no passado". E para a sua surpresa, ela afirma: "Não me arrependo de nada, se tivesse que fazer tudo de novo, eu faria! E se você vai me recriminar também, pode sair agora! Vai embora dessa casa!".