Novelas

'Éramos Seis' entra em sua segunda fase: saiba as principais viradas de trama

Mudança tem início hoje, com passagem de tempo que leva os personagens aos anos 1930

Naiara Andrade, da Agência O Globo
- Atualizada em

Eram quatro crianças e um casal em crise. Dez anos depois, os filhos de Lola (Gloria Pires) e Júlio (Antonio Calloni) ressurgem jovens e com personalidades bem definidas, enquanto o chefe da casa está ainda mais doente e com maiores dificuldades financeiras. A segunda fase de “Éramos seis” tem início hoje, com passagem de tempo que leva os personagens aos anos 1930.

Alfredo, o garoto-problema, continua dando dores de cabeça para os Lemos. Agora estudante de Medicina, o rapaz exagera nas bebidas e nos jogos: é capaz de pegar escondido parte do dinheiro da prestação do imóvel para apostar na sinuca. Nicolas Prattes herda o personagem do menino Pedro Sol.

— Sou bem parecido com Pedrinho: espevitado, personalidade forte. Construímos uma relação bem bacana. Eu ia ao set, conversávamos bastante. Ele é muito talentoso e fez com maestria e genialidade o nosso Alfredo — conta o ator, que deixou o bigode ficar mais aparente para o papel.

Foto: TV Globo/Divulgação

A relação de Alfredo com Carlos continua conflituosa: certinho, o primogênito dedura todos os deslizes do irmão mais novo aos seus pais. Danilo Mesquita e Prattes voltam a se encontrar em cena, depois de “Rock story” (2016).

— Como a gente já tem essa química, essa relação construída na outra novela, é muito divertido! Nicolas é um amigo que eu trouxe para a vida — conta o agora intérprete de Carlos, cuja morte está prevista na história: — Eu vou é morrer de saudade de todos! Quando acontecer, eu continuarei acompanhando a novela até o fim.

Ainda ambicioso, Julinho cursa Engenharia e forma triângulo amoroso: se envolve com Lili (Triz Paris) e Soraia (Rayssa Bratillieri). Assim como em “Malhação: vidas brasileiras” (2018), André Luiz Frambach volta a fazer par com a namorada da vida real, Rayssa. — Não queriam que se repetisse o par, mas fizemos testes para a novela e passamos. Brinco que não dá para ter mais força que o destino (risos) — comenta o ator, satisfeito.

Giullia Buscacio é quem assume o papel de Isabel. A atriz passou por transformação visual: — Cortei meu cabelo, que estava bem longo, para poder fazer penteados da época. Eu adoro mudar quando é para um trabalho!

Isabel não aceita namorar com Lúcio

Encantado por Isabel desde a infância, Lúcio (Jhona Burjack), enfim, pede a moça em namoro, mas ela dá um corte nas esperanças do vizinho, já que o considera somente um amigo. A filha preferida de Júlio também não vai gostar nada de ver o irmão Julinho se envolver com Soraia, garota esnobe que desprezava os dois quando crianças.

Surge um novo e numeroso núcleo familiar

Depois de casados, Olga (Maria Eduarda de Carvalho) e Zeca (Eduardo Sterblitch) surgem numa casa ampla, já com três filhos e à espera de um quarto. “O casal assume o comando de um divertido núcleo familiar. Olga é uma mãe hilária! Irritadiça, amorosa e mais um monte de adjetivos que o público verá em breve. As peripécias e conflitos desta família vão divertir e comover”, acredita Maria Eduarda.

Assad se casa com Karine, depois de viúvo

Viúvo, Assad (Werner Shünemann) se encanta por Karine (Mayana Neiva) e se casa com ela. Fútil e prepotente, a mulher mantém uma relação de interesse com o marido, a quem chama de “sultão”. A princípio, Karine não se dá bem com a enteada, Soraia (Raíssa Bratilliere), que desafia a autoridade do pai. Mas, aos poucos, as duas se aproximam, e Karine a ajuda a conquistar Julinho (Andre Luiz Franback).

Almeida se envolve com nova mulher

Mesmo apaixonada, Clotilde (Simone Spoladore) não consegue passar por cima das regras e costumes de sua época, e também dos olhares e comentários da sociedade, para viver sua história de amor com Almeida (Ricardo Pereira), um homem desquitado. Depois de dez anos, ela dá aulas de catecismo na escola em Itapetininga, enquanto ele encontra uma nova companhia, Natália (Marcela Jacobina).