Novelas

Globo se pronuncia sobre ter poucos atores negros em 'Segundo Sol'

Trama de João Emanuel Carneiro tem a Bahia como cenário, o que rendeu questionamentos nas redes sociais

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

A novela 'Segundo Sol' já tem causado polêmica nas redes sociais. Desde que as primeiras cenas da história de João Emanuel Carneiro foram ao ar, muitos questionaram o motivo do elenco ser formado majoritariamente por atores brancos, tendo em vista que a trama se passa na Bahia, onde 76% dos habitantes são pretos, segundo dados do IBGE de 2013.

Atores que foram escalados para a trama, ambientada na Bahia

Em comunicado enviado ao colunista Maurício Stycer, do 'Uol', a Globo informou que rejeita a representatividade racial como critério de escalação de elenco. “Os critérios de escalação de uma novela são técnicos e artísticos. A Globo não pauta as escalações de suas obras por cor de pele, mas pela adequação ao perfil do personagem, talento e disponibilidade do elenco. E acredita que esta é a forma mais correta de fazer isso”, diz o texto.

A emissora ainda explica que a trama vai mudar e que pode vir novidade por aí: "uma história como a de ‘Segundo Sol’, também pelo fato de se passar na Bahia, nos traz muitas oportunidades e, sem dúvida, reflexões sobre diversidade na sociedade, que serão abordadas ao longo da novela, que está estruturada em duas fases. As manifestações críticas que vimos até agora estão baseadas sobretudo na divulgação da primeira fase da novela, que se concentra na trama que vai desencadear as demais. Estamos atentos, ouvindo e acompanhando esses comentários, seguros de que ainda temos muita história pela frente!”.

Na lista do elenco divulgada até então pela emissora estão os atores Fabrício Bolieira (Roberval), Danilo Ferreira (Acácio), Roberta Rodrigues (Doralice) e Claudia di Moura (Zefa).