Novelas

Império: Cora mete bala em mau-caráter para se manter virgem; saiba quem

Cenas serão exibidas a partir de outubro

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

 Em Império, Cora (Marjorie Estiano) fará de tudo para continuar intocada para José Alfredo (Alexandre Nero) e apontará uma arma para Reginaldo (Flávio Galvão), que invadirá o quarto da vilã com segundas intenções.

A religiosa enfatiza constantemente nas ruas de Santa Tereza que ainda é virgem. Apesar de manter a postura, a realidade é que ela permanece pura com a esperança de ter a sua primeira noite de prazer com o comendador.

A tia de Cristina (Leandra Leal) se assustará com Reginaldo, que pulará da janela e tentará agarrar a antagonista à força. "As suas preces foram atendidas. Aí, é agora", dirá o mau-caráter.

Corá gritará pedindo socorro. "Quando eu sair daqui, você vai deixar de ser donzela. E aí você vai poder ir à igreja para agradecer. Isso, resista que eu gosto, assim você está me deixando louco", rosnará o traste, que será flagrado por Jurema (Elizângela).

"Reginaldo? Foi para isso que você voltou? Para me dar mais esse desgosto", falará a dona de casa, que terá ouvido os gritos de Cora.

A falsa beata alcançará o revólver de Reginaldo enquanto o malvado e a mulher discutem. "Desgraçado, quis se aproveitar de mim. Ó senhor, Deus é grande. Me mostra como destruir esses dois, por favor", suplicará a irmã de Eliane (Malu Galli).

Depois do flagrante, Jurema tropeçará e caíra da escada. Cora logo questionará se Reginaldo a empurrou. O personagem de Flávio Galvão explicará que foi só um acidente, mas a víbora não acreditará. "Matou, matou sim, se não foi do empurrão, foi de desgosto. Você é um pecador, atentou contra a castidade", disparará ela, que em seguida, apertará o gatilho.