Novelas

'Laços de Família' de volta à TV: relembre os principais acontecimentos

Não lembra o que aconteceu na novela que foi ao ar no início dos anos 2000? Calma que o iBahia te conta!

Maria Beatriz Pacheco* (maria.beatriz@redebahia.com.br)
- Atualizada em

Mais uma história no bairro do Leblon (RJ), mais um drama familiar e mais uma Helena em uma novela de sucesso escrita por Manoel Carlos. Para a felicidade dos noveleiros de plantão, ‘Laços de Família’ retornará às telinhas no "Vale a Pena Ver de Novo", da TV Globo, a partir da próxima segunda-feira (7). A trama, que também estará disponível na plataforma de streaming Globoplay, inicialmente dividirá o horário das 16h com 'Êta Mundo Bom', para só no dia 14 do mesmo mês ocupar todo o tempo de reprise.

'Laços de Família' foi exibida pela primeira vez nos anos 2000 e marcou a estreia de Juliana Paes e Reynaldo Gianecchini na TV. Depois de quase 20 anos, é normal esquecer de alguns detalhes da história que marcou época. E você, também faz parte do grupo dos "esquecidos"? Calma que o iBahia preparou uma matéria com os principais detalhes. Confira!

O começo de um sonho...

A Helena da vez é interpretada por Vera Fischer, uma mãe solteira que está disposta a encontrar um novo amor. No entanto, ela sequer imaginava que a própria vida iria se cruzar com a de Edu (Reynaldo Gianecchini), um médico recém-formado, em um acidente de carro. Desde esta cena, que irá ao ar ainda no primeiro capítulo, os dois engatam um romance, que enfrenta pesadas criticas pela diferença de idade entre eles. Um dos principais impasses é a tia do jovem, Alma (Marieta Severo), que se intromete excessivamente na vida dele e da irmã, Estela (Júlia Almeida).

Helena tem dois filhos, Fred (Luigi Baricelli), que é casado com a socialite Clara, vivida por Regiane Alves, e Camila (Carolina Dieckmann), estudante de literatura na Inglaterra. Ela acaba conhecendo Edu em uma viagem ao Japão, e não consegue esconder as segundas intenções com o namorado da mãe. Era o começo de um grande conflito entre a matriarca e a filha.

Não deu certo: o começo de um triângulo, ou quarteto, amoroso


O médico e a estudante acabam se apaixonando. Ao descobrir tudo, Helena decide romper com o jovem para que a filha dela e ele possam ser felizes. Ciente da solteirice da moça, Miguel (Tony Ramos) a conquista com sucesso. O romance entre Camila e Edu também encontrará desafios. Um deles é Iris (Deborah Secco), meia irmã da protagonista, que afirma que a jovem roubou o namorado da mãe.



Leucemia e a importância da doação de medula óssea


Camila engravida de Edu, mas acaba perdendo o bebê ao descobrir que sofre de leucemia, o que provoca uma reviravolta na trama. Somente um transplante de medula óssea pode salvar a mocinha e, para isso, Helena engravida do verdadeiro pai da estudante, Pedro (José Mayer), e a recém nascida é uma doadora de sucesso. Em uma das cenas mais marcantes da televisão brasileira, Carolina Dieckmann tem o cabelo raspado diante das câmeras.  A narrativa chamou a atenção da importância da doação de medula óssea e até 2019, de acordo com o Instituto Brasileiro de Controle do Câncer, o Brasil possui o terceiro maior banco de doadores.

Capitu e a prostituição no Brasil


Dentre outros assuntos polêmicos, a novela também aborda a questão da prostituição no Brasil, sobretudo no Rio De Janeiro. Na trama, Giovanna Antonelli vive Capitu, uma universitária e mãe solteira que decide fazer programas de luxo para sustentar os estudos e a criança. Ela escondia de toda a família a profissão, mas no final é perdoada pelos pais e engata um romance com Fred.

Impotência sexual e preconceito


Viriato, personagem interpretado por Zé Victor Castiel, é um sujeito “de bem com a vida” que é casado com Ivete (Soraya Ravenle), irmã de Helena. Ele sofre de disfunção erétil, e de uma hora para outra, não consegue mais manter relações sexuais com a esposa. Alvo de piadinhas e preconceito por parte dos amigos, Viriato se afunda na depressão e leva um tempo para iniciar o tratamento.

*Sob supervisão da repórter Lívia Oliveira