Novelas

Morte de Djanira traz reviravolta em 'A Regra do Jogo'; saiba mais

Após a morte da professora, Dante vai descobrir que ela era a mãe de seu pai, Romero

Redação iBahia (variedades@portalibahia.com.br)
- Atualizada em

Djanira morrerá nos próximos capítulos de 'A Regra do Jogo' ao ser atingida por uma bala perdida durante uma perseguição da polícia a Zé Maria no Morro da Macaca. A morte da professora causará uma reviravolta na vida de diversos personagens como de Tóia e Juliano, que vão se separar. Romero também estará no meio do tiroteio na hora que a mãe, Djanira, morrer.

Após a morte de Djanira, Dante vai descobrir que ela era a mãe de seu pai, Romero. Abalada pela morte da mãe, Tóia, que estará separada de Juliano, aceitará o convite de Romero para morar na casa dele e acusará Zé Maria e o lutador de serem os culpados pela morte da mãe. 

Abalado com a morte da ex-amante, Zé Maria questionará quem poderá ter disparado o tiro durante uma perseguição da polícia a ele no Morro da Macaca. Tio (Jackson Antunes), no entanto, minimiza a morte da professora por ela ter descoberto que Zé e Romero faziam parte da facção. "De qualquer maneira, ela sabia demais. A gente sabe que ela não ia durar muito", diz o bandido. Zé ainda pensa em Romero como o assassino, mas o chefe da facção refuta a ideia: "Romero não mata nem barata".

Já Tóia, revoltada após descobrir por Romero que ela sobreviveu ao Massacre da Seropédica, onde Zé Maria matou seu pai biológico, culpa Juliano e o pai pelo que aconteceu. "Assassino, filho de assassino! Você e seu pai mataram a minha mãe! Vocês dois só atraem coisa ruim, morte e tragédia", grita ela. O lutador tenta tranquilizá-la: "Você não está raciocinando. Você me conhece da vida toda. A gente tem que ficar junto", implora ele. Mas Tóia não escuta o pedido e se separa de Juliano.