Novelas

'O outro lado do paraíso' adianta: A história de Irene com Cido não acabou

Ela desconhece que perdeu seu amor para outro homem

Agência O Globo

“Você jogou fora o amor que eu te dei, o sonho que sonhei, isso não se faz...”. Os versos cantados pela banda Raça Negra nos anos 90 bem que poderiam ser trilha sonora do sofrimento de Irene, personagem de Luciana Fernandes, em “O outro lado do paraíso”. Na história, ela levou um fora do noivo, Cido (Rafael Zulu). Mas, em vez de lamentar e entoar o refrão “que pena, amor...” aos quatro ventos, a empregada de Clara (Bianca Bin) vai à luta em busca do homem perdido. Nos próximos capítulos, ela muda de emprego e passa a dar expediente na casa onde o ex está vivendo com o atual namorado, Samuel (Eriberto Leão).

Foto: Divulgação

— A história da Irene com Cido não acabou. Ela fica triste porque é apaixonada e achava que era correspondida. Como quer esse homem, vai fazer tudo para reconquistá-lo — adianta a atriz, referindo-se ao fato de que sua personagem se unirá a Adinéia (Ana Lúcia Torre) para tentar acabar com o romance entre o médico e o motorista.

Num primeiro momento, no entanto, Irene desconhece que perdeu seu amor para outro homem. Mas quando descobrir esse fato, não se incomodará e seguirá tentando retomar o relacionamento. Luciana diz que também não sentiria uma dor a mais se fosse trocada por um homem.

— Não tem diferença. Ser trocada é ser trocada. Ficaria magoada nas duas situações. Mas as pessoas me julgariam mais se eu fosse trocada por um homem — aposta a artista, que namora há um ano.

É cedo para saber se Irene aceitaria compartilhar Cido com Samuel, mas sua intérprete gosta de exclusividade.

— Não dividiria o Cido, não. Ele é um homão, né? Imagina se aceitaria uma coisa dessas — diverte-se a atriz, que completa: — Muitas fãs do Rafael me abordam, perguntam como é o beijo dele e se ele está solteiro mesmo. Sobre o beijo não respondo. É segredo.