Novelas

'O outro lado do paraíso': Clara planeja vingança contra inimigos; veja alvos

Jovem contará com a ajuda de Patrick e Raquel para colocar em prática seu plano

Agência O Globo
Sem essa de sentar e esperar pelas forças divinas ou pela lei do retorno. Clara (Bianca Bin), em “O outro lado do paraíso”, quer fazer justiça com as próprias mãos. Nos próximos capítulos da novela das nove, a heroína fica milionária depois de herdar uma fortuna de Beatriz (Nathalia Timberg), a amiga que fez durante a internação de dez anos numa clínica psiquiátrica, e volta para Palmas com o objetivo de se vingar de todos os que lhe fizeram mal.
(Reprodução: TV Globo)
Depois de seu retorno triunfal numa festa beneficente, quando todos imaginavam que ela estava morta, a mãe que perdeu o direito de ver o filho, Tomaz (Vítor Figueiredo), crescer começa a colocar em prática o seu plano de destruir todos os seus inimigos, um a um. 

Os alvos da mocinha são: Gael (Sergio Guizé), o ex-marido que a espancava; Vinícius (Flavio Tolezani), o delegado que se recusou a denunciar o playboy como agressor; Sophia (Marieta Severo), a mentora intelectual do seu sumiço; Samuel (Eriberto Leão), o psiquiatra que assinou um atestado falso de sua loucura; Gustavo (Luís Melo), o juiz corrupto que a interditou oficialmente; e Renato (Rafael Cardoso), a quem ela acusa de ter tentado assassiná-la durante a fuga do hospício.

(Reprodução: TV Globo)
"Aguardo ansiosa por essa virada. Sou apaixonada pela Clara e não aguento mais vê-la sofrer. Quero que ela dê logo a volta por cima e tenha consciência do seu verdadeiro valor. Mais do que fazer justiça, quero que ela seja muito feliz e recupere o amor do filho, que é um laço fortíssimo para qualquer mulher. Ela vai voltar mais forte", garante Bianca Bin.
(Reprodução: TV Globo)
É certo que Clara conseguirá colocar Gael na cadeia após fazê-lo cair numa armadilha, em que o seduz só para que ele tente estuprá-la. O que acontecerá com os demais ainda é uma incógnita, mas, se depender da determinação da mocinha, não ficarão impunes. Walcyr Carrasco, autor da trama, tem convicção de que, não só na ficção como fora dela, todos pagam o que devem.
"Acredito que existe a lei do retorno. Tudo o que vai, volta. Mas só saberei do que a Clara é capaz de fazer quando estiver escrevendo esses capítulos. O público pode esperar muita emoção", despista ele.
Confira o que pensam os alvos de Clara

Grazi Massafera: “Não concordo com vingança, só que na ficção tudo pode. Ocupar o lugar de mãe sem que a própria tenha permitido é algo muito sério. Acredito que Clara vai ter cautela em relação a Lívia porque ela tem o que Clara mais ama: o carinho e o amor de Tomaz. Para conquistá-lo, ela não prejudicará Lívia tão rapidamente".

(Reprodução: TV Globo)
Eriberto Leão: “Clara vai derrubar um por um, e a novela vai virar um thriller. Ela vai degustar com prazer essa vingança. Na vida, a lei do retorno rege o universo. Toda ação tem uma reação, e isso comprovado até pela ciência”.

Marieta Severo: “Vamos aguardar. Veremos o que Clara será capaz de fazer com Sophia depois de tantos anos...”.

Flávio Tolezzani: “Vingança não é certo, a justiça seria. Mas como Clara vai acreditar na Justiça se na novela está tudo contaminado? Juiz, delegado... Ela vai recorrer a quem? Por isso, parte para a vingança. Acredito que ela vá querer tirar o poder que Vinícius tem, revelando o que ele fez para ajudar Sophia. Quando a gente sofre alguma coisa, tem vontade, sim, de que o outro pague. Mas, na vida, esse conceito de ‘olho por olho, dente por dente’ não cabe”.