Novelas

'O outro lado do paraíso': Lívia atacará Clara após perder a guarda de Tomaz

Depois da vitória no tribunal, a milionária irá à casa da filha de Sophia para buscar o garoto

Patrícia Kogut, da Agência O Globo
- Atualizada em

Nos próximos capítulos de "O outro lado do paraíso", Lívia (Grazi Massafera) atacará Clara (Bianca Bin) após perder a guarda de Tomaz (Vitor Figueiredo). Depois da vitória no tribunal, a milionária irá à casa da filha de Sophia (Marieta Severo) para buscar o garoto. Elas, então, terão uma conversa a sós.

- Eu começo, Clara. Eu sou mais uma vingança que você executou. Primeiro foi o Gael (Sergio Guizé), que você colocou na cadeia. Em seguida o psiquiatra, o delegado e o juiz. Agora eu. É isso, conseguiu mais uma vingança.

- Seria uma vingança sim, Lívia. Você ajudou sua mãe a me mandar para aquele hospício. Você botou remédios psiquiátricos em tudo o que eu tomava. Fiquei abalada mentalmente. Foi fácil para sua mãe conseguir a interdição e me mandar para o hospício. Eu sei que você não fez isso pelas esmeraldas. Você queria o meu filho.

Foto: Reprodução/TV Globo

- Naquela época, eu perdi o bebê que estava esperando. Tive o diagnóstico que não ia mais poder ter filhos. Foi um erro da doutora Tônia (Patrícia Elizardo). Eu estou grávida. Em meu desespero, eu me apeguei ao Tomaz. Um bebê tão lindo. E depois acompanhei seus primeiros passos. Eu levei ele na escola no primeiro dia. Eu cuidei dele quando ficou doente. Não é justo que vá embora. Por uma vingança tua.

- Está errada, Lívia. Eu teria todos os motivos para me vingar. Mas o Tomaz é meu filho. Sempre disse que meu filho não é moeda de troca. Nunca trocaria a felicidade do meu filho pelo sentimento mesquinho da vingança. O que eu procurei foi justiça. Minha justiça. Eu tive o Tomaz nove meses na minha barriga, sempre cheia de esperança. Eu já o amava antes de nascer. Amava quando estava longe e pensava que um dia ia ter meu filho de volta. Amei quando o reencontrei pela primeira vez. Amei todas as vezes que saímos juntos, que vi o Tomaz sorrir, que brincamos. Amei quando dei um cachorro para ele que não pôde ficar aqui. Mas que continua na casa de dona Mercedes (Fernanda Montenegro) esperando pelo dono. Eu amei e amarei meu filho, sempre.

- Mas é meu, meu - insistirá Lívia.

- Escuta. Eu não terminei. Eu amo tanto o meu filho, que não vou fazer jogos emocionais. Ele vai poder vir aqui, ficar com você, sempre que quiser.

- Não sei se acredito. Ainda quer se vingar de mim.

- Nunca me vingaria usando os sentimentos do meu filho. Se ele gosta de você, ele vem aqui. Também poderá ir à minha casa quando quiser. Ficar com o Tomaz. O amor de uma mãe supera qualquer sentimento mesquinho. Você, Lívia, é importante para o Tomaz. Não sairá da vida dele. Eu não quero. Ele não quer também, com certeza - encerrará Clara.