Novelas

'O Sétimo Guardião': Judith e Gabriel trocarão acusações

Tudo começará quando o filho de Valentina (Lilia Cabral) reunir os três no casarão e convidá-los para os postos

Patrícia Kogut, de Agência O Globo

Nos próximos capítulos de "O Sétimo Guardião", Judith (Isabela Garcia) terá uma briga feia com Gabriel (Bruno Gagliasso) quando ele decidir nomear Luz (Marina Ruy Barbosa), Feijão (Cauê Campos) e Murilo (Eduardo Moscovis) como os novos guardiões da irmandade, depois das mortes de Machado (Milhem Cortaz), Feliciano (Leopoldo Pacheco), Milu (Zezé Polessa), Ondina (Ana Beatriz Nogueira) e Aranha (Paulo Rocha).

Foto: Reprodução | TV Globo

Tudo começará quando o filho de Valentina (Lilia Cabral) reunir os três no casarão e convidá-los para os postos. Todos concordarão e Gabriel explicará que eles devem seguir até a fonte para participar de um ritual. Neste momento, Judith aparecerá e surpreenderá o grupo:

- Desculpa, Gabriel. Mas eu vou ter que me opor a isso.

- Você, Judith? Mas nunca se opôs a nada - responderá o rapaz.

- Nomear guardiães assim, do nada? Sem consultar o livro para saber se é possível?

- É uma medida extrema, para salvar a irmandade.

- Mesmo assim... Você não pode! - reafirmará ela, firme.

Os dois começarão a discutir e Murilo se intrometerá para pedir que eles conversem a sós no quarto. Gabriel e Judith aceitarão a sugestão e se isolarão no cômodo.

- Eu respeito você, Judith - começará ele.

- Não parece!

- Como não? Muitas vezes até pedi sua opinião sobre alguns assuntos.

Ela argumentará que ficou calada depois de vê-lo cometer vários erros, mas que, agora, não poderá se omitir.

- Quer que eu lhe ouça baseado apenas na sua experiência ou sabe de algo que ainda não sei? - desconfiará Gabriel.

- Tudo que sei eu lhe conto sempre.

- Não parece. Chegou toda cheia de certeza.

- Você tem razão. Sou apenas uma servidora da irmandade. Mas depois de tantos anos ajudando a manter tudo no lugar, ouvindo seu Egídio (Antonio Calloni)... Eu sei porque as coisas agora desandaram.

Gabriel, então, acusará Judith de estar agindo às escondidas:

- Mais cedo, você falou que ia embora. Mas ficou aqui escondida, para ouvir o que eu ia

conversar com os outros.

- Não estava escondida! Fiquei na cozinha, que é meu lugar de trabalho. E, se fiquei, fiz bem!

- Fez mal! Tanto que vou lhe dar uma última ordem: vá para casa e nos deixe a sós, eu e os

que estão lá na sala.

- E se eu me negar?

- Aí eu te demito! - encerrará ele.