Novelas

'O tempo não para': Dom Sabino será inocentado das acusações de crimes de guerra

Ele comentará com Marocas que precisa de uma testemunha de suas boas ações na guerra.

Patrícia Kogut, da Agência O Globo


Nos próximos capítulos de "O tempo não para", depois de ser acusado de cometer crimes de guerra, Dom Sabino (Edson Celulari) provará sua inocência. Tudo começará quando Marocas (Juliana Paiva) abandonar Emílio (João Baldasserini) no altar. Para se vingar, o vilão dará uma entrevista e fará graves acusações a Dom Sabino. Com isso, o pai da mocinha será preso e denunciado na Justiça.

Foto: reprodução / TV Globo

Dias depois, Vanda (Lucy Ramos) conseguirá um Habeas Corpus e Dom Sabino se livrará da cadeia. Ele comentará com Marocas que precisa de uma testemunha de suas boas ações na guerra. A moça perguntará ao pai se algum soldado poderia ter escrito algo sobre ele. Dom Sabino, então, se lembrará de Dom Obá:

- Cândido da Fonseca Galvão. Dom Obá era herdeiro de uma linhagem nobre. Esteve comigo em mais de uma batalha na Guerra Grande. Era um homem culto, filho de africano forro.

 Mais tarde, Dom Sabino mencionará Dom Obá durante uma conversa com Eliseu (Milton Gonçalves) e ficará surpreso ao descobrir que o avô de seu amigo conhecia o militar. O catador logo fará uma busca nos antigos pertences do avô e encontrará uma carta em que Dom Sabino é descrito como um herói da guerra.

O documento será incluído entre as provas reunidas pela defesa e o juiz acabará declarando Dom Sabino inocente.