Novelas

'Orgulho e paixão': Mariko é vítima de preconceito e é demitida

Ela, então, é convidada por Jorge (Murilo Rosa) e Amélia para morar no Vale do Café com eles e acompanhar a gravidez da amiga de perto

Agência O Globo

Em “Orgulho e paixão”, Mariko (Jacqueline Sato) perde o emprego no hospital por conta do preconceito com a medicina oriental. "Disseram que foi por causa da viagem que fiz para o Vale, mas sei que foi por preconceito. Já haviam me proibido de usar medicina oriental nos pacientes. Infelizmente não é bem visto", explica ela. Amélia (Letícia Persiles) consola a amiga: "Sinto muito que você tenha que pagar pela ignorância dos outros. Sou a prova viva do quanto a medicina oriental é poderosa".

Foto: Reprodução | TV Globo

Ela, então, é convidada por Jorge (Murilo Rosa) e Amélia para morar no Vale do Café com eles e acompanhar a gravidez da amiga de perto. "Sabe que seu tratamento foi o único que estabilizou minha doença. Agora que estou grávida, preciso de você mais do que nunca. Quero que meu filho tenha a chance de nascer...", fala ela, emocionada. "Faz todo sentido o convite de Amélia, Mariko. Você é uma boa amiga e tendo perdido o emprego, só vejo bons motivos para ir conosco", continua Jorge.