Novelas

'Orgulho e paixão': Xavier coloca a população do Vale do Café contra Julieta

Fazendeiro explica que a Rainha não quer trazer a modernidade a vila

Agência O Globo

Em "Orgulho e paixão", incomodado com a presença de Julieta Bittencourt (Gabriela Duarte), Xavier (Ricardo Tozzi) faz de tudo para afastá-la do Vale do Café. Isso inclui acatar o plano de sua aliada Susana (Alessandra Negrini) e usar a figura do Barão do Ouro Verde (Ary Fontoura) como vítima da ganância de Julieta, incitando os moradores da região contra a Rainha.

"Meus amigos, muitos já devem saber que Julieta Bittencourt está comprando terras aqui. O que quase ninguém sabe é que ela não é uma simples investidora. É uma invasora!", acusa Xavier, em reunião organizada na casa de chá. O Barão concorda e mente sobre Julieta: "A desalmada tomou minha fazenda! Fui expulso à força de casa, eu e minha netinha. Pobre Ema!”.

Muitos moradores não acreditam imediatamente sobre as intenções de Julieta e questionam Xavier. O fazendeiro explica que a Rainha do Café não quer trazer a modernidade ao Vale, muito pelo contrário. Ele afirma que ela irá aniquilar de vez a economia local comprando todas as terras para depois deixá-las improdutivas. "Então? Vamos deixar que essa fera nos destrua... ou resistir e salvar nossa cidade?", provoca Xavier, agitando os populares.

Assim que Julieta chega à cidade, as pessoas estão inflamadas com as acusações de Xavier e recebem a Rainha do Café aos gritos de ‘forasteira’ e ‘lacraia’. Assustada, ela corre com Susana em meio à multidão e é surpreendida por um popular que a agarra pelo braço e a acusa de ter traído a confiança de todos. Aurélio (Marcelo Faria) dá um soco no homem que ameaça Julieta e a carrega no colo para dentro da casa de chá.

Julieta tenta entender o motivo de tanta agitação, e Dona Agatha (Vânia de Brito) explica:

"A senhora roubou a fazenda do Barão! Vai fazer o mesmo com todo o Vale!".

Aurélio interrompe a dona da casa de chá e defende a mulher que ama, surpreendendo a todos, justamente por ficar contra seu próprio pai.