Novelas

Revelação de Ivana em ‘A força do querer’ impacta elenco

Atores contam as emoções ao gravarem sequência em que Ivana revela ser trans

Agência O Globo
- Atualizada em

Foi difícil não ficar com a respiração suspensa, ontem, durante toda a sequência em que Ivana (Carol Duarte) revela à família que é transexual, em “A força do querer”. Uma das cenas mais aguardadas da trama das nove — e que já está entre as mais marcantes da teledramaturgia brasileira — deixou público e elenco impactados. Dirigida por Rogério Gomes, Carol Duarte brilhou, apesar de toda a complexidade do episódio, e sentiu na pele as consequências de um trabalho intensamente dramático.

— A carga emocional foi intensa, ficaram vestígios físicos no meu corpo também. Cheguei em casa exausta. Mas foi um momento muito bonito na minha carreira, saí emocionada das cenas — afirma.

Foto: Reprodução/TV Globo
Mãe de Ivana na ficção, Maria Fernanda Cândido também sentiu o ´peso que esse momento carrega.

— Ao fim do dia, estávamos todos bem cansados. As cenas exigiram uma entrega absoluta — diz a atriz, que já antecipa o sentimento de Joyce: — Ela ficará desnorteada e será difícil superar a questão da transexualidade da filha.

Normalmente, Dan Stulbach almoça com sua família da ficção nos Estúdios Globo. No dia da gravação, no entanto, foi diferente.

— Almocei antes de ir para o trabalho e, ao chegar na emissora, troquei de roupa e fui direto para o set. Estava preocupado com Carol, queria ver se ela estava nervosa, mas, quando a vi tão segura, fiquei contente. Demos um abraço e desejei uma boa cena. Fiquei muito tocado com o momento — conta Dan que, assim como os demais do elenco, teve uma pausa antes de continuar o trabalho: — As cenas que se seguiram eram fortes. Carol gravou o corte de cabelo logo após a revelação. Foi tudo especial como devia ser.

Ansiedade e lágrimas

Fiuk, irmão de Ivana na trama, também era só ansiedade. Ele fala que, quando terminou a sequência, ficou com uma sensação de “ressaquinha”.

— Quando a cena é bem forte, acabo ficando por alguns minutos com aquele negócio travado no peito. Mas valeu, porque ficou incrível — elogia o intérprete de Ruy.

Que o diga Juliana Paiva, a Simone, única que sabia do drama da prima na ficção. Ela sentiu a pressão no pós-cena:

— Fui para o camarim e chorei um pouco. O nosso corpo sente o baque da tristeza — explica a atriz, que encontrou Carol na véspera: — Ela estava na expectativa. Então, falei: “Um dia de cada vez”. Na hora, ensaiamos e gravamos duas vezes. É a primeira vez que o tema é abordado, e muitas pessoas o estão conhecendo através da novela. O grande lance do trabalho é o seu papel social.