Novelas

'Salve-se Quem Puder': saiba como será o esperado beijo de Renatinha e Catatau

Sequência vai ao ar nesta quarta-feira, dia 14 de julho

Redação iBahia (redacao@portalibahia.com.br)

Renatinha (Juliana Alves) e Catatau (Bernardo de Assis) não escondem mais que a paquera que começou nos corredores da Labrador como algo despretensioso ganhou status de relacionamento sério desde que a secretária de Rafael (Bruno Ferrari) resolveu dar uma chance ao office-boy em ‘Salve-se Quem Puder’. Mais que isso, Renatinha aos poucos deixou de lado a postura transfóbica e reconheceu em Catatau, um homem transgênero, o companheiro que ela tanto buscou nos últimos tempos.


Foi o jeito atencioso de Catatau que acabou conquistando definitivamente a moça. Além do romantismo, as massagens relaxantes conduzidas pelo rapaz fisgaram Renatinha, que finalmente notou que insistir numa volta com Rafael seria um grande equívoco. Agora, feliz e amando, a moça não tem nada a esconder.

O casal resolve ir até uma cafeteria e o jovem é reconhecido por Carol (Andressa Robles), ginasta que treinava com o office-boy quando eram mais jovens. Na mesa com outros colegas do clube, Carol relembra quando Lucy - nome de Catatau antes da transição - fazia parte do time. Neste momento, Isaac (Conrado Caputo), o técnico, e Tamy (Livia Inhudes) começam a fazer comentários preconceituosos sobre o rapaz.

Mesmo sendo repreendidas por Carol e Erick (Cláudio Olegário), as ofensas ganham mais proporção quando Tamy se dirige a Catatau questionando sua masculinidade na frente de todos. O office-boy rebate os comentários e não se intimida com o clima de hostilidade que se forma na cafeteria. A discussão acaba chamando a atenção dos demais clientes que, num gesto de apoio, aplaudem Catatau e Renatinha quando os dois se beijam apaixonados e celebram o amor.

Além de marcar o desfecho feliz do casal, a cena tem grande importância para Bernardo de Assis, ator que protagoniza o beijo com Juliana Alves. Bernardo comemora a cena entre um ator trans e uma atriz cisgênero e considera histórico o momento. “Considero a cena como um ato de resistência. É importante para mim, um homem trans, ter a oportunidade de mostrar meu trabalho como ator de forma tão leve e natural através da história do Catatau. Sinto um grande orgulho e responsabilidade por participar deste momento, ainda mais quando acontece na minha estreia na TV. Não poderia ter sido mais especial. É uma grande conquista”, celebra o ator de 26 anos.

A sequência vai ao ar amanhã, quarta, dia 14. ‘Salve-se Quem Puder’ é escrita por Daniel Ortiz com Flavia Bessone, Nilton Braga e Victor Atherino. A direção artística é de Fred Mayrink, direção geral de Marcelo Travesso, e direção de João Boltshauser, Alexandre Klemperer, Hugo de Sousa e Bia Coelho.